A gaffe de Ana Drago

– A senhora deputada deveria saber que eu não fui eleito coisíssima nenhuma. – assegurou Vítor Gaspar, ministro da República. Deve ser algo que o honra. Salazar também não.

Comments

  1. brian says:

    Aprendi uma palavra nova através da Srª Ana Drago, a palavra “pérdas”.

    • Nuno says:

      Parabéns então. “…aumentou perdas potenciais…” perto dos 6:30 certo? Nunca é tarde para aprender. http://www.ciberduvidas.com/perguntas/get/287793


      • Claro que o erro é da Ana Drago. O erro de pronúncia.
        Relembrando os clássicos: quanto o dedo aponta para uns milhões com que iremos subsidiar o capitalismo financeiro, os imbecis olham para a língua.
        Já agora, podiam pagar o erro de gestão, ofereço-vos a parte que me toca.

    • Carlos Fonseca says:

      O Brian (Joke, entre os amigos) é muito atento a pormenores de ortolexia: É, por essa razão, que antes de começar a barbear-se, todas as manhãs olha para a própria imagem no espelho e soletra com perfeição: “Tu és um merdas”. Daí que trocar o ‘m’
      pelo ‘p’ o perturbe. O que a Ana Drago disse, neste casos patológicos, agrava os danos mentais a um doente do foro psiquiátrico que, de facto, está habituado a que lhe chamem “merdas”. Pela Ana Drago, peço desculpa Mr. Brian Merdas.

    • nightwishpt says:

      Já Cárdozo e Rónaldo são perfeitamente normais.

  2. celesteramos.36@gmail.com says:

    como se estes santinhos não tivessem pecados e apenas desculpas sobre a herança mas não deixaram de atropelar meio mundo para alcançar o poleiro e o que fizeram ?’ de bom e decente dêm um só exemplo já agora coitaditos – vou mandar rezar missa

  3. celesteramos.36@gmail.com says:

    3 mil milhões de euros estão a dizer são “oferecidos” por ano por Satrasburg para “fraudes” – lutar contra a fraude da máquina europeia – a Comissão e no seu topo será que o interesse geral é sempre protegido ?? relações entre empresas privadas e comissários europeus ?? Comissão têm 34 mil funcionários – Quando acaba um mandato cada comissário sai para empresa privada – 13 entre 27 já foram para privado incluindo a Ryanmar – Ghuenter que saíu em 2010 – agora está em empresas públicas árabes Verheuguen – e consultor em bancos cooperativos alemães – mas a Comissão em silêncio total – Banco da Escócia e é consultor das maiores empresas do mundo – o antigo vice-presidente aceita falar e tem empresa de consultoria em Berlim – bem Portugal é o mesmo à escala do país – não quero ver e ouvir estes sacanas – eja quem quer – sic-1º maio 2013-1:52 – eem Davos lá fazem os cozinhados pois no seu escritório parte destes são seus clientes – tudo assenta em valores morais (quando há) – não há aí uns países que nos chamam pigs ?? FIM-programa toda a verdade-10;55 segue Moçambique em profundo crescimento e obras públicas – não vou ver mas ainda bem que assim é – com esta reportagem UE pareceu-me que só há dinheiro sujo e ladrões “limpos” de gravata e bem escanhoados

  4. antónio says:

    Então os ministros são eleitos ou não são?

    Pelos vistos agora até constatações do óbvio são motivos para críticas. Quando a mesquinhez se associa à vontade de criticar mesmo quando não há nada para criticar o resultado é este.


  5. Magnifica Ana Drago

Trackbacks


  1. […] Descobrir, aprofundar o conhecimento acerca, e depois gerir o dossiê dos swaps não pode ter sido fácil, mas ninguém desmentirá que os problemas «de natureza especulativa» são anteriores à entrada em função do actual Executivo: tal como nas PPP, «Verificou-se que muitos dos contratos analisados permitiram às empresas apresentar resultados mais positivos no curto prazo, à custa de assunção de riscos muito significativos no futuro». Não se fica adentrado numa pasta desta magnitude, num abrir e fechar de olhos, calcula-se, menos Drago que é taxativa por vício e feitio. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.