Nós, os ingratos.

No dia em que alguns ingratos se manifestaram contra o longo braço que fortalece as suas finanças, Portugal voltou a provar que a política de austeridade continua a dar frutos com o anúncio do Governo de que a receita fiscal continua em linha com o esperado.

De onde vem tanto protesto? Logo nós que somos liderados por pessoas sérias e tranquilas, que não se metem em aventuras com dinheiros públicos e que traçaram um rumo claro e objectivo sobre para onde queremos ir e como lá chegaremos, “catedráticamente” delineado por técnicos altamente competentes? Nós que temos garantias de um futuro promissor depois da tormenta, repleto de exportações, mercados e flexibilização laboral com empreendedores que se multiplicam por todo o lado? De onde vem tanta ingratidão?

Somos muito injustos com a nossa classe política. Aqui vive-se bem melhor do que na Grécia ou na Coreia do Norte. Os sacrifícios estão a ser bem repartidos, o “sistema” é transparente e a justiça social impera. Ninguém vive acima das suas possibilidades e alguns decisores políticos chegam mesmo a contar os trocos até ao final do mês. Será que faz sentido tanto protesto contra aqueles que mais não fazem do que lutar pelo futuro de  Portugal e que continuam a apresentar excelentes resultados? Será que faz sentido protestar contra o altruísmo  da Troika que nos ajuda a sair desta triste condição cujos culpados somos nós, que gastamos mais do que podiamos?

Somos ainda mais ingratos do que os germânicos que se manifestam contra a austeridade. Manifestações? Isso é coisa de sindicalistas radicais e e saudosistas dos bons velhos tempos do PREC. É a malta dos subsídios que não tem mais que fazer…

 

 

 

Comments

  1. LUIS COELHO says:

    Sim! Sim! especialmente, esforçados, honestos, transparentes, competentes, justiça social, A P. Q. P.

  2. Grunho says:

    A sério?
    São assim tão bons os nossos governantes?
    E eu a julgar que eram um bando de caubois sem lei.

  3. Não creio que blogger esteja a falar a sério ! Nãou de
    esquerda nem de direita , simplesmente não voto em
    ninguém há mais de 20 anos , porque eixei de acreditar
    nos políticos , que tal como este opinador , são demasi-
    ados seririssímos , se fossem corruptos até votava ,
    agora gente séria como este e o depravado Socartes ,
    não votos . estou na misérui por causa destes filhas da
    mãe desde o sinistro cavaquismo que a mina vida se ar-
    ruinou . Como eu estão milhões de pessoas e este senhor
    ainda vem defender criminosos .
    Vade recto .
    Vai fazer pouco de quem te lançou neste mundo ,

  4. Se seguir alguns dos links irá perceber o quanto eu os adoro. Agora vou ali pastar e fazer meeeeeeeeeeeeeeeeeé

    (aparentemente consegui ser um excelente actor! tenho que tentar a minha sorte na sétima arte…)

  5. Herlander Pereira says:

    Bem irónico mas sempre assertivo!!! Mééééééééé

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.