Manifestação dos professores, Lisboa, 15 de Junho

Clicar numa foto para ver a galeria

Errata

expressoMiguel Sousa Tavares escreve de acordo com uma antiga ideologia.

Miguel Sousa Tavares é um palhaço

Ainda ligam ao que ele vomita pela boca fora?

Futilidades

A Raquel Varela é do PCP,  e temos “os países (…) com ideologia próxima do bloco“.  Coisas da moda.

Miguel Sousa Tavares, o adulterado

Sempre igual a si próprio. Puro e duro.

A greve, o presente e o futuro dos alunos

Santana Castilho

Em dia de manifestação de professores, em véspera da greve de tantas discórdias, permito-me lançar ao vento estas perguntas:

Não foi mau para o presente e futuro dos alunos cortar os planos de estudo dos ensinos básico e secundário?

Não foi mau para o presente e futuro dos alunos diminuir a carga horária de algumas disciplinas, sem que os respectivos programas tenham sido alterados?

Não foi mau para o presente e futuro dos alunos aumentar o número de alunos por turma? [Read more…]

O repouso do guerreiro

kameraden_by_graberstatte-d4xptff

Sempre certeiro, e após denunciar Inês Gonçalves, mais uma perigosa comunista infiltrada no ensino secundário, Vítor Cunha retempera forças preparando-se para novo combate.

Se os tiverem

tomates

Segunda-feira fazem GREVE!

Não há qualquer limitação legal ao exercício da GREVE pelos membros das Direcções das Escolas, logo, estão também convocados para se juntarem a nós na GREVE. Ou será que deixaram de ser Professores?

Lembro um detalhe – imaginem que o vosso Agrupamento é transformado em Mega-agrupamento e, continuando a imaginar, perdem o lugar na Direcção. Já pensaram que a Mobilidade está mesmo ali ao virar da esquina?

Mas, claro, podem sempre continuar a fazer de conta que esta luta é coisa de sindicatos e segunda-feira até podem substituir toda a gente, se calhar até podem fazer o exame pelos alunos!

Hoje todos os caminhos vão dar a Braga

Color run
Pelo menos os que eu conheço.
Hoje é a terceira Color Run de Portugal. E a terceira cidade escolhida para receber «os 5k mais felizes» foi Braga.
Hoje é a minha terceira Color Run. [Read more…]

Basilius

basilius

Joaquim Vieira Basílio de seu nome, anda desde 1959 nas andanças do teatro amador. Em 1992 criou o Mendigo Basilius, personagem que vai percorrendo recriações históricas (nasceu na Feira Medieval de Coimbra) em Portugal, Itália e Espanha.  

É um mendigo muito peculiar: as esmolas que recolhe são oferecidas a uma instituição de solidariedade, como costuma dizer o Mário da Costa devolve a generosidade que cada terra tem.

Finalmente homenageado pela Câmara Municipal de Coimbra, estas fui eu que as fiz, com uma máquina fotográfica.

Ministro da Economia confrontado com Borda D´Água

Álvaro ri de Gaspar a bandeiras despregadas

O horror! Inês Gonçalves é do Bloco de Esquerda!

No princípio, era o verbo, ou seja, o texto. E o texto tinha uma autora. E a autora dizia que tinha 18 anos e que se chamava Inês Gonçalves. E o senhor Vítor viu que um texto daqueles não podia ser de uma rapariga de 18 anos.

Foi então que o senhor Vítor criou o homem de meia-idade com bigode. O homem de meia-idade com bigode era, afinal, o autor.

O senhor Vítor, mais tarde, descobriu que, afinal, existia mesmo uma Inês com 18 anos que era mesmo autora do texto que, durante uns minutos, fora da autoria de um homem de meia-idade com bigode.

A Inês, afinal, não era um homem de meia-idade com bigode, mesmo que possa haver algum homem de meia-idade com bigode que, à noite, goste que lhe chamem Inês, mas não temos nada com isso.

O senhor Vítor, aceitando que a autora se chamava Inês, não aceitava que uma rapariga de 18 anos se pudesse interessar por problemas próprios de homens de meia-idade com bigode. Há homens de meia-idade sem bigode, mas esses interessam-se por outras coisas, que um bigode faz muita diferença. Também há homens com bigode sem ser de meia-idade e, por isso, com interesses completamente diferentes dos dois anteriores.

O senhor Vítor encontrou, então, uma nova solução: como a Inês, por ter 18 anos, estava impossibilitada de formar opinião sobre temas próprios dos homens de meia-idade com bigode, tornou-se óbvio que o texto tivesse sido ditado à jovem autora por um homem de meia-idade com bigode. [Read more…]

Inês Gonçalves?

Oui, c’est moi!

Mudem a k7

Mas alguém ainda acredita na cantiga dos professores manipulados pela Fenprof? 100 000 carneiros é um rebanho que não cabe em Portugal.

Palhaço!