a virgem deixou-se de merdas e agora só viaja em executiva…

A virgem maria (a tal que apareceu brilhando escarrapachada numa azinheira na Cova da Iria…), deixou-se de merdas e trocou a azinheira por um lugar em classe executiva num voo da TAP.

‘Viajar de azinheira não dá jeito nenhum’ – revelou a virgem à nossa redação – sem condições atmosféricas favoráveis e sem o brutal sol do meio-dia é impossível fazê-lo, já para não falar da porcaria das folhas que são tão pequenas que se espetam em todo o lado’, continuou a senhora de fátima. A virgem viaja de madrugada, no próximo sábado até ao aeroporto de Fiumicino, em Roma, onde (juntamente com a sua coroa e uma comitiva de nove padres, incluindo o reitor do santuário de Fátima) tomará, seguidamente um helicóptero para percorrer os cerca de 32 km entre o aeroporto e a cidade do Vaticano. Aqui irá participar, a pedido do papa, na jornada mariana do ano da fé.

‘Pronto, sei lá, tá a ver? – disse-nos a virgem em conversa ocorrida esta manhã – é verdade que eu podia tomar um autocarro, mas dentro de uma caixa, com a coroa noutra caixa e os nove padres não seria uma tarefa fácil e o trânsito em Roma, àquela hora, mesmo a um fim de semana é impossível, não sei se já esteve em Roma alguma vez? Eu fui lá uma vez, de azinheira, mas pronto, era nova e com a mochila às costas ainda foi pior que das outras viagens de azinheira. Mas vou gostar de rever a cidade, sabe? E conhecer o Chico, que parece tão bom rapaz e isso. E, depois pronto, como já poupo dinheiro na viagem de Lisboa a Roma (porque o senhor reitor achou por bem não fretar um avião propositadamente e então vou num voo comercial…) posso perfeitamente tomar o helicóptero, tá a ver?’. 

A virgem regressa no domingo à noite ao santuário de Fátima, pelos mesmos meios. Entretanto, católicos do mundo inteiro, regozijai-vos, o dinheiro da santa madre igreja, a mesma que almeja ajudar os pobres e isso, é gasto, sei lá, tá a ver? nestas modernices. se o raio da mulher não podia viajar de azinheira?

Comments

  1. a azinheira era uma oliveira cuja secou.
    secar uma oliveira foi o único milagre atestado científicamente, ocorrido até hoje em Fátima 🙂

  2. Hélder Conceição says:

    Sem mais delongas, se o que pretendia era ter alguma piada, o que conseguiu foi ser brejeiro e demonstrar uma falta de sensibilidade tremenda às crenças alheias, o que, em última instância se traduz numa imensa falta de respeito pelo próximo. Tome juízo e tente sair da pequenez e mediocridade em que está, algo expresso nos termos jocosos e até ofensivos que empregou. Já agora, atente que não lhe condeno a brincadeira, condeno sim a diminuta versatilidade intelectual e cultural que o conduziram a não saber brincar com situações delicadas como esta. Poderia fazê-lo mas com classe, o pessoal com certeza lhe daria mais crédito…

  3. Minha cara. A Virgem nunca viajou de Azinheira. Confunde local de aterragem com meio de transporte, da mesma forma como confunde comentário de mesa de café com crítica social.
    Saiba também que é a Azinheira árvore protegida pelo que não podia servir para o vôo, até porque todos sabem que, da mesma maneira que não teve graça nenhuma, também as árvores não voam.
    Nem toda a gente consegue ter a graça da Guidinha da Graça.

  4. a pequenez e a falta de classe para brincar , foram notórios num texto supostamente pensado para fazer rir! para tudo é preciso arte e engenho… perdoai-lhes Virgem Mãe, como sabeis serão sempre…ITOS!

  5. só tenho a dizer que ainda bem que o sentido de humor não é homogéneo ou universal. E José Lopes, obrigada por me mostrar que há mais pessoas com o mesmo tipo de sentido de humor que eu :).

  6. E querem lá ver que não se pode fazer humor com os católicos e os seus ídolos de barro? beh. São intocáveis é?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.