Um Governo de hipócritas

Hipócrita, Joaquim, é um Governo que corta as pensões de sobrevivência a quem recebe 600 euros de reforma ao mesmo tempo que não acaba definitivamente com as escandalosas reformas vitalícias dos políticos. As tais que o teu odiado Sócrates deu por terminadas.
Hipócrita é o Governo que acaba com pensões de sobrevivência de quem recebe 600 euros mas que não tem coragem de ir além de uma redução nojenta de 15% na reforma vitalícia de quem trabalhou apenas 12 anos e continua a acumular, hoje em dia, com 50 anos ou menos, muitos outros vencimentos.
Hipócrita é o teu post. Quem finge que a Esquerda está é preocupada com os Constâncios que recebem 2400 euros ou mais de pensão de sobrevivência, e não com aqueles cuja reforma miserável vê na pensão que recebem um complemento fundamental para a própria sobrevivência, não merece outra classificação.

Comments

  1. Joaquim Carlos Santos says:

    Pois, mas estava a pensar na superficialidade de Manuela Ferreira Leite e estava a pensar na necessidade de mudar alguma coisa. Mudar, percebes? Mudar os regimes de benefício dos constâncios e desses ex-políticos que referes: se 15% é pouco? É. Pouquíssimo. Não me lembro de ver Arménio ou Jerónimo a pôr o dedo na ferida. Ou achas que sou indiferente aos 90% de portugueses sempre a perder?!

    No que me diz respeito, não me tresleias como o Carlos Vidal que vem para aqui chamar-me filho da puta e fascista.


  2. Para todos os efeitos este é o blogue que chama a Ponte 25 de Abril como Ponte Salazar. Como nos sites da Falange!!

    • Ricardo M Santos says:

      Não é o blogue. É um blogue onde uma pessoa o fez…

      • Ana F. says:

        fina linha, essa.
        e depois, repare como lhe responde o voluntário escravo, perdão escriba, no primeiro comentário: cheio de arrogância, sem argumentos que não os emocionais, exacerbados para efeito dramático e consequente justificação moral da posição que assume. nota-se, inclusivé, um toque de agressividade, uma leve ameaça – “vê lá se…”, ao mesmo tempo que desconversa, disparando para vários alvos ao mesmo tempo. isto sempre naquele registo emocional de quem pensa (ou quer pensar) pouco, para não ver mais que as relações superficiais entre as coisas. resposta aos seus argumentos, zero.
        é assim, o palhaçossavrvs: escreve muito, há quem diga que bem (eu prefiro uma bandeja de merda), mas tresanda a má fé em cada palavra escrita. na minha opinião, só escreve aqui para criar confusão e atirar areia prós olhos de quem o lê e leva a sério.
        que dêem espaço para escrever ao “agente provocador ” ainda é o menos, o que incomoda é que parece que aqui no aventar não se lhe pode responder na mesma moeda porque é pecado…
        pergunte ao cardoso.

        • Joaquim Carlos Santos says:

          Pronto, querida, pronto. Eu sou merda para si e escrevo merda para si. Pronto. Já me respondeu na mesma moeda e se lê o Aventar não falta quem me responda na moeda que quiser.

          Calma. São só palavras.

          • Ana F. says:

            meu, tu não passas de um pavão em tudo, excepto na beleza.

          • F. Ana says:

            bem, fui agora reler e nem acredito que este facholas modificou o comentário dele para que não aparecesse o “vê lá se…” que eu refiro no meu.
            se continuam a achar que estas atitudes é que são boa fé e uma discussão saudável e democrática dos diferentes pontos de vista, então boa sorte.
            joaquinosavrvs, já não enganas ninguém (com dois dedos de testa…)!

          • Joaquim Carlos Santos says:

            Pavão? Foste espiolhar o meu Facebook, não foi, minha marota?!

            Minha, só tu é que estás bem e já sei que só podes ser toda boa, mesmo sem te ter visto. Está nas verdades que me espetas e no teu estilo magoado.

          • F. Ana says:

            só eu é que estou bem?!
            os teus posts estão repletos de comentáriosa tentar desmistificar as mentiras que escreves!!! e agora até uma boa parte dos teus companheiros de blogue escrevem posts a criticar os teus! não me digas que ainda não reparaste que quem está sozinho és tu?
            ou se calhar, nem queres saber…
            estás aqui a tratar da vidinha.

          • Joaquim Carlos Santos says:

            Maria, Ana ou assim, diz-me lá, não há qualquer coisa de glorioso e poético em estar só? Estar só, sim, estou só. Completamente só. E queres saber? Adoro ser criticado. Nada mais estimulante que ter maiorias contra mim e grandes comoções de escandalizados com uma frase minha. E no entanto persistir no que eu penso e ninguém me manda pensar.

            Não, minha querida. Ninguém me dá nada. O PSD despreza-me. O CDS-PP ignora-me. Os monárquicos andam com monárquicos e os comunistas com comunistas. Aqueles que tenho apoiado têm sido derrotados. Tudo o que começo, não termina. Nada me corre bem. Nada.

            Mas aqui a Ana, ou Maria ou quê passa mal com a minha liberdade desalinhada e resolve o problema chamando-me facholas. Chame-me o que quiser. Eu Sou a minha Palavra. Ninguém ma tira. Ninguém me tira o sono com a sua. Por que é que sou só eu que escrevo mentiras?! A Ana F. é todo um tribunal soviético.

            Todos os dias tenho alguma coisa para dizer a Portugal. Não percas, Ana, Maria ou assim.

          • F. Ana says:

            só me dás razão, fachozinho.
            mas olha, não deixes que o falhanço completo que és te suba à cabeça… eu vejo-te apenas com indiferença a resvalar para a aversão.


      • Ricardo e outros, não faz sentido que sites e outros lugares de extrema-direita tenham sido encerrados e aqui se escreva Ponte Salazar, e depois este blogue esteja em funcionamento. É o blogue todo que está em causa, pois a apologia do fascismo não pode ser permitida (não é). Nem o PP em Espanha vai tão longe. Um esfomeado do PSD a quem ninguém liga nem dá emprego não pode, por isso e por ser um incapaz além de provocar e não tarda anunciar missas a Salazar, não pode falar em Ponte Salazar (e isso é todo um programa), desculpar-se com o seu desemprego e este site dizer que é ele o responsável pelo que escreve. Conheço blogues de extrema-direita e o que defendem não é muito diferente deste maluco que enche esta página. Para todos os efeitos, o Aventar dá abrigo a um fascista e veicula propaganda fascista.

        • Joaquim Carlos Santos says:

          Por que é que o fascista Carlos Vidal não organiza uma Sibéria Fascista e um pelotão fascista de fuzilamento democrático só para mim, o seu fascista favorito?!


          • Parece-me, sim, importante que se fuzile ou limpe o sebo a peixe graúdo e não se eliminem desgraçados sem nexo. Este Santos só existe nesta página, que não contará mais com a minha esporádica visita (mais um menos um no blogómetro que é isso?, não é verdade?). Trata-se de um blogue que dá guarida disfarçadamente à extrema-direita. Prefiro consultar sites da própria e não espaços como este. Divirtam-se:
            https://www.facebook.com/pages/Frente-Nacional-Socialista-Portuguesa/368236803263438
            E etc.
            (Há muito melhor, mas não procurei, não tenho tempo: viva a Ponte Salazar! E também podem ir para Montjuic amanhã cantar:


        • “Um esfomeado do PSD a quem ninguém liga nem dá emprego…”. Oiça lá ou desempregados são bons ou maus conforme o partido a que pertencem? Chama fascista aos outros, mas ninguém o livra do seu “fascismo identitário”, bem à PCP.

    • Joaquim Carlos Santos says:

      E isso é assim tão importante, Carlos?! Vá lá, é preciso leituras mais densas. Como me descreve a Sarah, eu sou um provocador com o intuito de remexer o pântano murcho que é Portugal.

Trackbacks


  1. […] Loureiro, também não perderiam a oportunidade, mas agora o vilão é Passos e centra-se nele o apedrejamento catártico de um Povo a si mesmo, enquanto não são os ricos e os bancos a pagar a crise. Passos poderia […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.