chamar burros aos políticos é insultar, obviamente, os burros

Image

(Serapicos, Vimioso)

Desde que me conheço que gosto de burros. Estes animais não merecem, de todo, a utilização do seu bom nome para designar políticos e afins. Os burros têm direito ao seu bom nome e à sua dignidade.

Os burros são animais muito inteligentes, dóceis e solidários (sim, também têm os seus momentos de teimosia, inquietação e desvario o que, uma vez mais, só revela a sua inteligência), o que é bastante mais do que se pode dizer de muitas pessoas, especificamente dos políticos que nos (des)governam no momento.

Agradeço, por isso, em nome do meu amor aos burros e em nome da dignidade dos mesmos, que evitem, pelo menos na minha presença, fazer comparações entre estes animais e essa gente que nem merece que lhe chamem gente, quanto mais burros!

Image(Serapicos, Vimioso)

Comments


  1. Estes, a que chamam burros, e tanto o árabe (iespécie introduzida) como de Barrancos ou o Doirado de Trás-os-Montes (autóctones)-estão em vias de extinção – Mas estes não quero eu que se extingam, porque não e, também, porque ninguém sabe mas até têm propriedades terapêuticas para meninos com problemas mentais (aliás como os cavalinhos)


  2. Os “serapicos” são autóctones ?? Não conhecia essa designação – obrigada


  3. Todos dizem mal de politicos e dos politicos. Mas quem os escolhe? Quem define quem são os governantes deste país?

    Há más pessoas e boas pessoas. Há bons e maus profissionais.
    Há bom e mau povo que se deixa governar pela mediocridade, abstendo-se de cumprir a seu dever – o de irem ás urnas e escolherem. 40% de abstenção? Isto é normal? Quase metade dos portugueses não votam?? E não me digam que a culpa é dos politicos e dos partidos politicos. Não votam porque é melhor passarem o dia na praia apanhar banhos de sol ou irem de mini-férias para uma ilha remota de super-bock ou sagres na mão. É melhor estar sentado no sofá do que participarem por exemplo numa assembleia de freguesia da terrinha. Vergonhoso é o povo ter um direito que não o usa – votar.

    A politica é uma arte nobre de servir as pessoas que devemos preservar em nome da democracia. ( se for este regime escolhido ).

    Não me revejo neste ataque constante ás pessoas que são chamadas politicas por serem eleitas pelo povo em urna. Como disse, há bons e maus em todo o lado. Os bons que sejam louvados, os maus que sejam julgados.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.