O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 aplicado às três pancadas

C’est le tango de la pluie sur la cour
Le miroir d’une flaque sans amour
Qui m’a fait comprendre un beau jour
Que je ne serais pas Vasco de Gama

Brel

***

VERSÃO I

Num serviço de atendimento da Segurança Social, algures, no distrito de Lisboa.

então e ‘acção’?

– ‘Acção’ perde o cê.

– Perde?

– Sim, perde.

– Mas o cê não faz falta?

– Claro que faz. Agora, se não se importa, vá tirá-lo, sff.

– OK.

A ção social

– Desculpe, não bastá ‘tirá-lo’. Tem que chegar aquele “ÇÃO SOCIAL” para a esquerda.

– Isso dá muito trabalho. Ia chegar o ‘A’ para a direita, mas depois ficava desalinhado com o “INFORMATIVO”, o “TESOURARIA” e o “(mediante marcação)”. Seja como for, fica lá o espaço. Nunca se sabe. Pode ser que o AO90 vá ao ar e assim é muito mais simples, pinta-se o cê: “basta uma meia hora” ou “não mais que 15 minutos” (a doutrina divide-se).

ação acção

– Ah! Está bem.

 ***

VERSÃO II

Exactamente no mesmo serviço de atendimento da Segurança Social da versão I, algures, no distrito de Lisboa.

– Já ouviu falar no Acordo Ortográfico de 1990?

– Sim, vagamente.

– Então porque é que têm um “ACÇÃO SOCIAL” lá fora?

– Perdão?

– Sim, um “ACÇÃO SOCIAL”. Segundo o AO90, é ‘AÇÃO’.

– AÇÃO? Como sabemos, marcação [mɐɾkɐˈsɐ̃ũ̯] não rima com acção [aˈsɐ̃ũ̯]. Deixe lá estar o acção que está muito bem. Ação? Ação Social? Já que não gosta de Linguística, cito o Guido Westerwelle: “So wie es in Großbritannien üblich ist, dass man dort selbstverständlich Englisch spricht, so ist es in Deutschland üblich, dass man hier Deutsch spricht”. Peço desculpa pelo ‘dass’ em vez de ‘daß’. Depois, explico.

– Adiante. Vou eu próprio tratar do assunto. Se quiser, faça como os Trabalhadores do Comércio.

A ção social

– Então, mas… “A ÇÃO SOCIAL”? “A ção social”? “A Ção social? “ROMANES EUNT DOMUS“? A ção? Já que quer impingir o AO90, no mínimo, aquele “ÇÃO SOCIAL” vai para a esquerda e…

– Ah! Isso dá muito trabalho (ver versão I): rosa rosa rosam rosae rosae rosa rosae rosae rosas rosarum rosis rosis.

Trackbacks


  1. […] ni commme poète, ni comme auteur dramatique, ni comme romancier»), como escreveu Allem, e a uma selecção de textos cá de casa. Efectivamente, além do Aventar, do Público e de alguns textos técnicos para o meu […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.