Evitar confundir religião com bárbara escumalha…

Questões de fé, neste caso o Islão, nada têm a ver com a barbárie ocorrida hoje em França. Segundo a própria doutrina a prática religiosa deve ser livre e não contempla os actos de violência que algumas bestas teimam utilizar em prol do fanatismo, visando o condicionamento das sociedades, buscando o confronto de valores, graças à visão distorcida dos livros sagrados. O ódio ao muçulmano será a pior resposta que a civilização ocidental pode optar. Nesta matéria há que continuar afirmando e praticando os valores da Liberdade, sem atender a raça, convicções políticas ou religiosas e outras, nem descurar naturalmente a acção policial na prevenção, repressão e severa punição judicial dos vermes que praticam hediondos atentados terroristas.

Comments

  1. joao lopes says:

    tem duvidas do aproveitamento politico que gente ligada ao le pen,vão fazer em frança? e em portugal,conhece gente que passa a vida a dizer mal dos muçulmanos? pois,3 tipos loucos ,são exatamente isso:loucos.e a loucura não escolhe cores ou religioes.ate porque não foi há muito tempo,que um nordico matou mais de 70,lembram-se?

  2. Uma questão: e se existisse uma revista satírica em Portugal com capas do Papa Francisco e da Bíblia iguais às que ridicularizam o Islão?

  3. Todos os aproveitamentos políticos são lamentáveis e devem ser denunciados. Porque aqui está em causa em primeiro lugar repudiar o terrorismo como forma de luta. Em segundo não estigmatizar uma comunidade que também ela condena estes actos. Só isso. Neste caso todas as diferenças, políticas e outras, devem ser postas de lado, para que a condenação inequívoca a todos una.

  4. LindaMenina says:
  5. Fernando says:

    eu já vi uma foto de um Papa com uma camisa de venus enfiada na cabeça. Que eu desse por isso não houve retaliação.

  6. As pessoas acreditam mesmo que os assassinos gritam na rua, em tom suficientemente alto para a câmara a filmar, que acabaram de assassinar e em nome de quem…

    Extrema direita 12 – Charlie Hebdo 0

    • joao lopes says:

      pois ,muito bem respondido:e não se esqueça dos apoiantes de extrema-direita em portugal.são cada vez mais…

  7. Simples e directo, parabens.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.