Asco

Uma criança é violada. Engravida. Aos 12 anos, e muito bem, é decidido interromper mesmo que tardiamente a sua gravidez: é um daqueles casos, óbvios, em que se opta por tentar salvar a vítima, colocando em primeiro lugar a vida da criança existente.

E que diz o inquisidor Gonçalo Portocarrero de Almeida, da seita franquista Opus Dei? lamenta que a mãe da criança, que assistiu impávida às sucessivas violações, não tenha sido ouvida. Só se esqueceu de pedir também a opinião do violador.

Comments

  1. Rui Moringa says:

    Estes, os das seitas, são mesmo gente do género que classifica.
    Esta está ligada a muita patifaria com a passividade de católicos e da sua hierarquia.
    O seu carisma é o trabalho, se não fosse grave era um tema de comédia.
    Depois têm uns sobrenomes esquisitos, tal como líder que acrescentou sobrenomes ao nome por causa do “markting”.
    Se trabalhares muito vais para o céu.
    Ainda bem que o Estado laico é mais do que o estado destas coisas e dá opções, ainda!, aos cidadãos.

  2. Eu Mesma says:

    Ouvir a meretriz da tipa que se auto-intitula mãe da criança? Mas o que andam esses arraçados de neo-cons a fumar/inalar/beber? Esta passividade das “autoridades” começa é a fazer sentido nos que defendiam a tese de que era tudo um plano para fazer com que a sociedade ficasse caótica, para depois justificar o regresso de uma ditadura, com a desculpa de que as pessoas queriam viver em ordem…

  3. Rui Silva says:

    Se alguém opinar que o padrasto devia ser condenado á pena capital, estou a ver os que apoiam o aborto a virem defender o direito á vida…

    cumps

    Rui Silva

  4. Carvalho says:

    E porque é que você, JJC, um homem inteligente, perde o seu tempo a ler o que dizem estes atrasados mentais da Opus Dei? O que lhes sai da boca tem o mesmo valor daquilo que lhes sai do cu: ZERO!
    Essa gente é escumalha, beatos anacrónicos, gentinha que vive na Idade Média com as suas crendices e superstições indignas de gente pensante. Não merecem que se perca tempo, merecem desprezo absoluto.


    • Eu ainda perco tempo a denunciar a extrema-direita. Manias.


      • A Opus Dei não é extrema-direita. A Opus Dei é parvoíce extrema. E parvoíce não tem ideologia, vai da esquerda à direita do espectro político…


        • Não te nego razão, mas a Opus é além disso uma organização falangista.


          • Não sua génese até o foi, mas nos tempos que correm isso é irrelevante. Todos têm direito às suas crenças e ideologias, não poderei negar-lhes tal direito. Têm dinheiro, influência e evitam a visibilidade, preferem a discrição. Mas são extremamente hipócritas, pois não praticam o que advogam, longe disso. E dizem-se cristãos. Se acreditasse no Novo Testamento e que Cristo um dia regressaria à Terra, muito provavelmente a Opus Dei seria acusada de fazer parte dos vendilhões do templo nos tempos modernos.
            Só que há muito perdi a fé…

        • Rui Silva says:

          Caro António de Almeida,

          Vejo que ignora o que essa organização tem feito em prol da investigação medica, nomeadamente em relação ao cancro.

          cumps

          Rui Silva


          • O Mengel também descobriu muita coisa.

          • Rui Silva says:

            Caro João José Cardoso,
            Nesse particular sabe mais que eu, pois não é do meu conhecimento que o referido Nazi tenha feito algo em prol da medicina.
            Quanto a mim só tenho pena que Israel não lhe tenha feito o que fizeram ao amigo Eichemann.

            cumps

            Rui Silva


          • Uma coisa nada tem a ver com outra. São hipócritas sim. E trafulhas, desonestos. Sei do que falo, pois subvertem as Leis da própria ICAR em benefício próprio. Fazem interpretação do direito canónico a seu bel-prazer. Dito isto não invalida que tenham obra social, que beneficiou muita gente desde a sua fundação.

        • Rui Silva says:

          Caro António de Almeida,

          Concordo que uma coisa não tem a ver com a outra, o sentido do meu comentário foi em relação a dizer que a referida organização era uma “parvoíce” pelo facto de nem ser de esquerda nem de direita, em relação ao espetro politico( que diga-se de passagem estou de acordo consigo).
          Para mim deixa de ser uma “parvoíce” a partir do momento que trás algo de positivo para a humanidade.

          cumps

          Rui SIlva


          • Muito podia contar sobre as vidas que Opus destruiu, nomeadamente nas suas clínicas psiquiátricas, para onde um certo banco português mandava os seus trabalhadores doentes. Quanto ao cancro, o acesso a esses tratamentos é universal e gratuito?


          • A Opus Dei trouxe algo de positivo para a Humanidade? Posso ser muito burro, mas não consigo vislumbrar o quê? Para começar nem sequer consigo ver algo de positivo que a Opus Dei tenha levado à Igreja Católica. O Vaticano bem dispensaria mais trafulhice, corrupção e hipocrisia, pois isso já anda por lá há alguns séculos. Quanto a algumas acções positivas, bem não as nego de todo, há uns anos vi na TV um hooligan que ía aos jogos de futebol procurar violência e roubar, apesar de ser classe média alta londrina, depois à segunda-feira era uma excelente pessoa, até ajudava idosos e crianças a atravessar a rua ou carregava as compras das senhoras para lavar a consciência… Não deixavam de ser boas acções!!!

        • Rui Silva says:

          Caro António de Almeida,
          Se levasse algo de positivo á ICAR já seria bom?
          Não quanto a mim.
          O que trouxe de bom foi canalizar “capital” para a investigação médica permitindo desenvolvimento cientifico que permite tratar doenças.

          cumps

          Rui Silva

    • maria celeste ramos says:

      Mas querem um Opus-Dei para presidente da República ?? Mas ele prefere NYork ?? Que bom

  5. Rui Silva says:

    Caro António de Almeida,
    Se levasse algo de positivo á ICAR já seria bom?
    Não quanto a mim.
    O que trouxe de bom foi canalizar “capital” para a investigação médica permitindo desenvolvimento cientifico que permite tratar doenças.

    cumps

    Rui Silva


  6. Capital para a investigação médica muito investidor o consegue. E naturalmente espera retorno. É legítimo. Não fosse assim ainda estaríamos na Idade Média ou lá perto. Não vejo é que mérito especial devamos atribuir à Opus Dei por essa via.

  7. Rui Silva says:

    Caro António Almeida,
    é mais um contributo , nunca são demais. Não vejo porque não reconhecer mérito…

    cps
    RS


    • Depois da mentira de que a Opus deixou de ser falangista (e links para organizações criminosas só servem para atestar mentiras), venha de lá uma fonte idónea que ateste essa generosa contribuição da OD para o combate ao cancro. Mas uma que seja universal e gratuita, só para os que têm acesso às suas clínicas não vale.

      • Rui Silva says:

        Caro João José Cardoso,
        você está a referir-se a um comentário meu que não foi publicado…
        cumps
        Rui silva


        • Não publico links para organizações criminosas. E não respondeu à minha pergunta.

          • Rui Silva says:

            Caro João José Cardoso,
            Não publica e quanto a mim, está tudo bem. O blog é seu e no que é seu manda você.
            Eu só tenho que agradecer, a oportunidade que me dão de trocar opiniões convosco, que diga-se de passagem na maior parte das vezes não concordo.
            São este tipo de conversas que vale apena ter. Não valorizo muito as conversas em que todos estão de acordo. Fico com a sensação que não aprendo nada.
            Mas voltando ao meu comentário gostava também dizer que não sabia dessa regra, daí ter enviado um link.
            Também lhe digo, que no seu lugar preferia publicar os link’s que sejam eventualmente mentirosos e alertar para essa situação, desmentido , que ficar com o ónus do critério editorial , que se por acaso estiver errado, pode ser considerado como censura.
            Deixe-me também observar que eu não sou apoiante da organização em causa nem sei se naquele site são publicadas mentiras , nem tão pouco sou conhecedor profundo desse tema/ organização para a defender ou condenar.
            Em relação pergunta não respondi apenas por lapso. Mas uma vez que me alertou aí vai:
            Centro de Investigação Médica Aplicada (C.I.M.A. ), onde se encontram alguns investigadores portugueses, nomeadamente no estudo de doenças hepáticas.

            cumps

            Rui Silva

  8. Rui Moringa says:

    A mafia tb tem práticas idênticas. De dia faz extorsão e à noite dá esmolas.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.