Produtividade fiscal

2015-04-23-14h15m15

A D. Maria decidiu premiar os funcionários das Finanças pela sua produtividade na cobrança de impostos. Fugir fraudulentamente ao fisco é um crime que tenho por grave (já o que o governo manda cobrar ao fisco é outro assunto), é fugir à responsabilidade de cada um para com todos nós.

O problema é que quando se premeia este tipo de produtividade não sabemos se estamos a falar do trabalho que deve ser feito, ou do que foi inventado.

Lembrei-me desta família que viu a vida virada do avesso. Quantas perseguições deste género são agora recompensadas? Quem nos protege dos nossos protectores?

Comments


  1. Também ouvi a notícia e, a bem dizer, fiquei atónita!
    http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=825776&tm=6&layout=121&visual=49
    – Mas onde é que já se viu, atribuir-se prémios de produtividade aos funcionários das Finanças, pela cobrança coersiva de impostos em dívida, ao Fisco?
    – 57 milhões de euros pagos a 9000 funcionários?
    É caso para se dizer que existem cidadãos de primeira categoria e de segunda categoria?
    – Sim! já que “a verba significa um aumento salarial de 5% por mês devido ao bom desempenho e aumento da produtividade em 2014”, TAMBÉM QUEREMOS(!), porque afinal de contas, nós, os outros funcionários públicos, também “servimos” os interesses do Estado, e, ainda que obtenhamos boa Avaliação de Desempenho e bem assim, que contribuamos para o aumento da produtividade, não temos tal benesse!
    O cúmulo dos cúmulos: “a lei já prevê a forma de premiar os trabalhadores dos impostos”.
    – Então mas afinal, a cobrança coersiva não integra as competências funcionais dos Trabalhadores dos Impostos? Se integra, porque raio tem que ser premiada?
    É por esta, e por outras – DESPESISMO DESNECESSÁRIO – que o país está no estado lastimável que está, qual “república das bananas”, por via da bandalhice supostamente legal!!!

  2. Rui Silva says:

    Caro João José Cardoso
    “Quem nos protege dos nossos protetores?”
    Devia ser a “Constituição” a tal lei fundamental, que não está “desenhada” para atingir o que devia ser o seu objetivo.

    cumps

    Rui Silva


    • E não está desenhada porquê? ora explique lá a que propósito vem para aqui a Constituição, sem aspas, como se escreve em português.

      • Rui Silva says:

        Um dos objectivos duma é Constituição é a limitação de poder do estado sobre o individuo.O nosso estado não tem qualquer limite por exemplo ao nível de fiscalidade.
        Um estado por pior gestor que seja, tem poder para transferir essa incompetência para o individuo, sem qualquer limite.
        Quando digo nenhum limite, refiro-me ao valor e aos métodos.
        Caro João José Cardoso, uma democracia sem uma constituição que defenda o individuo do poder desmesurado do estado apesar das boas intenções transforma-se numa Ditadura da maioria.

        cumps

        Rui Silva


        • Ai sim? então dê-me lá um exemplo de uma constituição que defenda “o individuo do poder desmesurado do estado”.
          Mas que não seja uma das velhas constituições fascistas que diziam combater a ditadura da maioria.

          • Rui Silva says:

            “Grosso Modo” todas as que se inspiram na Constituição Americana .

            cumps

            RS


          • Boa piada. Encontrar um país onde a liberdade individual seja mais oprimida é difícil, só algures numa das Coreias ou similar.
            Um país onde se pode ser condenado por masturbação, ou outra prática sexual consentida. Um país que bate todos os recordes de vítimas do sistema judicial, seja em cadeias seja executados, seja torturados pela polícia e/ou serviços privados de segurança.
            Só se estiver a falar da liberdade individual de morrer à porta de um hospital por falta de seguro de saúde, ou da liberdade de ser preso e espancado só porque se é preto.

          • Rui Silva says:

            Sim João José Cardoso, a Constituição dos EUA (e sistema politico) tem vindo a ser desvirtuado desde há muito. Há já até quem diga que os EUA são neste momento 70% socialistas ( nem sei como conseguem quantificar essas coisas , mas adiante).
            Mas mesmo com a desvirtualização que tem sido feita ao espirito constitucional inicial americano, veja que os povos vizinhos passam para entrarem nos estados unidos (excetuando talvez o Canada). Se a emigração fosse aberta os EUA eram literalmente inundados por pessoas de todo o mundo. Experimente ir lá mesmo que só em férias e verá a dificuldade e assista ao controlo de entradas.
            O espirito dos pretendentes a residentes nos EUA ainda é o mesmo de há 3 seculos, o desejo de liberdade, ser dono do seu destino.
            Só o nº de pessoas que diariamente arriscam a própria vida para tentarem entrar nos EUA devia ser mais que suficiente para o fazer pensar que algo está errado nas suas convicções.

            cumps

            Rui Silva


    • mais uma bacorada.. sendo assim, para que existe governo? para se governar?


      • A Consituição Americana não é exemplo para nenhum pais que se preze em democracia.. a democracia não se constroí invadindo outros paises, quando estes não lhes mostram vassalagem…. últimamente branqueia a ação da ex-URSS na luta contra os nazistas e diz que foi o atacante fundamental dos mesmos.. a quem não sabe nada de história nem de política!

        • Rui Silva says:

          Cara Teresinha,
          Concordo consigo em relação ás intervenções americanas fora do seu território, não gosto de Imperialismo porque prezo muito a Liberdade. No entanto usufruo, como você de uma liberdade “ocidental” que se baseia muito no poder bélico dos EUA.
          Em relação á 2ªguerra, devia ser nesta altura evidente a toda a gente que realmente apenas os Aliados lutavam pela liberdade. Veja o caso da ex-URSS que ainda utilizou os campos de concentração dos nazis para prender e “educar” opositores.

          cumps

          Rui Silva


          • a liberdade que usufruimos nada tem a ver com a defesa ocidental nem norteamericana, mas tem a ver com a existência da ONU que, embora ainda penda para poderosos, é sempre melhor que nada,, o nada seria o excelente para os EUA.. ainda hoje este lindo(?) país “democrático” afirmou que a paz só chegaria à Síria com a desistência do Presidente VOTADO Assad, claro então não? até que o mesmo Presidente deve ser também presidente do Iraque e de outros países atacados pelo mesmo grupo de genocídas!

          • Rui Silva says:

            Em relação á questão da Síria não posso deixar de lhe dar razão.
            Mas que é eu a cara Teresinha quer, até deram um Nobel da Paz ao individuo…

            cumps

            Rui Silva

  3. José Sousa says:

    Esta ideia fantástica foi do Eng. Guterres, que em 1996 decidiu começar a pagar comissões aos fiscais das finanças. Agora são “direitos adquiridos”.


  4. Dar um Nobel de Paz a uma pessoa assim não o faz mais credível… o que o merecia realmente vive na Rússia para não ser vítima de um assessinato “democrático” e chama-se Edward Joseph Snowden… que foi um analista de sistemas, ex-administrador de sistemas da CIA e ex-contratado da NSA que tornou públicos detalhes de vários programas que constituem o sistema de vigilância global da NSA americana…

  5. Rui Silva says:

    Plenamente de acordo em relação a todos os Snowden(s), Assange(s), Sakarov(s) etc..
    cumps

    Rui Silva

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.