Vêm aí mais cortes em salários e pensões

FMI insiste numa “reforma mais abrangente de salários e pensões“. Governo poderá adiar implementação de novas medidas até às Legislativas. Se ganharem, a sua agenda mantêm-se intacta, se perderem, quem vier a seguir que se desenrasque.

Comments


  1. Como sempre quem ganha é a abstenção para gaúdio do “PS” e do PSD!

    • Rui Silva says:

      Não se esqueçam que o estado ainda gasta mais que aquilo que cobra.
      Para o equilíbrio ainda tem que gastar menos cerca de 8 mil milhões.
      Se a tentação for de aumentar os impostos, provocam mais uma onda de falências e precisam de mais dinheiro para apoio social que aquele que conseguiram cobrar com o aumento do imposto.
      Por isso tem mesmo que ser no corte se salários e nas pensões, caso contrário já sabemos o que acontece. É só olhar para a Grécia.

      cumps
      Rui SIlva

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.