Existe petróleo em Palmira?

Palmira

Foto@Expresso

A escumalha do Estado Islâmico continua a deixar um rasto de destruição por onde quer que passe. Depois de Hatra, Nimrud ou da destruição das estátuas em Mossul, os radicais que empunham armas ocidentais amavelmente cedidas para combater o demónio Al-Assad controlam agora as ruínas da cidade de Palmira, património da UNESCO e um dos registos históricos mais antigos da humanidade. Pelo caminho, pilhas de cadáveres acumulam-se nas bermas das estradas e mulheres que nunca chegaram a conhecer o significado da palavra liberdade são agora escravas sexuais destes vermes sunitas.

Não consigo, por muito que me esforce, encontrar uma justificação para a passividade dos polícias do mundo. Invadiram o Afeganistão com o pretexto de apanhar Bin Laden, invadiram o Iraque usando pretextos absurdos quando o seu único intuito era controlar os recursos do país e substituir o outrora amigo Saddam por novas marionetas, armaram terroristas para derrubar Al-Assad e agora que este lixo humano mata e destrói tudo a sua volta é vê-los quietos e calados, entre ocasionais ataques aéreos que não parecem sequer beliscar a rolo compressor que oprime a Síria e o Iraque. Será que as jazidas secaram por aqueles lados?

Comments


  1. Assino por baixo.

  2. Carvalho N.A. Folha says:

    Cada dia que passa gosto mais dos cães….


  3. Estas realidades horriveis por vezes trazem a cena factos contraditórios; Uma individualidade da ONU que nunca a tinha visto preocupado com as pessoas(e são milhões) afectados pela ganancia dos criminosos dos EUA, da Inglaterra, França a apoio de muitos drigentes europeus que tiveram pressa em roubar o petroleo ao Sadam e ao Kadafi, e agora pela barbarie do Daesh e Al quedas, vem agora com grande urgencia pedir a intervenção urgentissima para salvar pedras.
    Concordo que a caozoada que provocou tais desgraças humanas, dê proridade em defender as pessoas – não tendo a vergonhosa posição de ingleses que se recusam a receber pessoas fugidas por sua culpa, o holandinho como sempre tambem foi bem ridiculo de deixar de ser destacada- use as suas forças que só “querem” preservar a paz!!! para defender as pessoas e bens sim , mas já, hoje , ontem e sejam julgados em tribunal internacionaldepois pelos resultados dos seua actos. Coisa que infelizmente nem os jornalistas fazem apesar de todos os indicios e relatos que podiam e deviam destacar e como sabemos escamoteiam permanentemente, E meios de informação super premiados.


    • Concordo consigo mas não acho que a comunicação social tenha escamoteado a acção destes animais. Deve ser dos poucos temas onde existe unanimidade!

Trackbacks


  1. […] vieram as minas, depois as explosões. Em breve não restará nada. Se houvesse petróleo para trocar por […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.