Ficções


António estava feliz. Cheio de si. Finalmente. O seu sonho tinha-se realizado. Ao fim de tantos meses. Meses? Que meses? Anos! Tinha feito o telefonema. Aquele telefonema que tinha fantasiado tantas e tantas vezes. Ah! E a cerimónia, antes, tinha sido linda. A cara do Aníbal era impagável. Parecia que lhe tinham arrancado um dente a sangue frio.

Era a última vez, durante muito tempo, que se sentava naquela secretária. O sorriso que lhe ocupava a cara toda dizia bem o que lhe ia na alma. Só havia ali qualquer coisa que destoava. O que seria? E olhou em redor do seu enorme gabinete para tentar perceber o que era que lhe toldava a felicidade. Não demorou muito tempo até redescobrir aquele enorme botão vermelho no tampo da secretária. Sempre tinha estado ali. Para que serviria? Porque é que ninguém lhe tinha falado sobre o botão? Era esse mistério que, desde há meses e residualmente, o atazanava. Tinha mesmo que saber. Porra! Se havia dia em que tinha de saber, era hoje. Tinha sido tudo tão perfeito.

E, lentamente, levou a mão até ao botão e com um gesto trémulo, carregou. Imediatamente uma sirene ribombou por toda a sede ao mesmo tempo que as luzes começaram a piscar. Uma voz metálica ecoou: “procedimento de auto-destruição iniciado. O partido desintegrar-se-á em 30, 29, 28…” Oops! O que é que tinha feito. Mais valia ter estado quieto. Mas no meio da preocupação, recordou-se do telefonema e soube que nada mais interessava: ” estou Mãe, já sou primeiro-ministro. Vês? Vês como sou mais inteligente que o Ricardo?”

Comments

  1. Nightwish says:

    Pois claro, a culpa há-de ser do Costa… Também deve ter culpa do PASOK, do Labour e outros que tais, coitado.

  2. Joam Roiz says:

    Partiu o João José Cardoso e já começou o assalto da direita ao Aventar?!!

    • Rui Silva says:

      Usar o nome de alguém falecido, como argumento, é inqualificável…
      cumps

      Rui Silva

    • Ricardo Santos Pinto says:

      Aqui ninguém assalta ninguém.
      O Aventar sempre foi um blogue pluralista. Na maior parte das vezes, ouviu-se mais a voz da Esquerda, é verdade, mas porque os da Esquerda sempre escreveram mais do que os da Direita. De resto, na génese do Aventar estão 2 autores, um de Esquerda (sem partido) e um autor de Direita (PSD).

      • Ainda bem que é pluralista.

        Já na comunicação social, escrita e falada, aquilo é tudo menos plural.

        O que me leva a desdizer o que comecei por escrever.Ou seja, guerra é guerra .

        Contra os “canhões” marchar, marchar…..

  3. Fungicida says:

    Ver demasiados filmes de zombies é prejudicial às mentes débeis.

  4. Ficções!

  5. Ricardo Santos Pinto says:

    Quem é o Ricardo?

  6. Manuel Santos says:

    Lamentável troca de insultos… Não considerem inimigos aqueles que não partilham da vossa opinião. Preocupem-se com o essencial, não com o acessório – que é o que andamos a fazer há 40 anos. Preocupem-se com o triste espectáculo pós-eleitoral que nos está ser apresentado. Querer o poder apenas pelo poder trouxe-nos até aqui!

    • joão lopes says:

      está a falar do pafioso “irrevogavel”?

      • Manuel Santos says:

        Um amigo há tempos explicou-me o que PaF quer dizer: o “Portas à final Fica”. Não, não estou a falar de pafiosos. Sou um simples cidadão, sem ideologia (ela é o bem-estar de todos) e sem militância política – mas voto – e tenho um programa político – que não passa por esta ópera bufa. Pois, resumidamente, aqui ficam 4 ideias para um futuro governo: usar com muita parcimónia o Segredo de Estado (p.ex., nas relações com Angola); acabar com as juventudes partidárias; revogação imediata do AO90; responsabilidade e responsabilização na gestão da coisa pública. Chega-lhe, caro João lopes?

        • joão lopes says:

          percebido.Claro que o pm será o passos? recorde-se que o passos vem dos jotas,aprendeu “muito” por lá,e ainda conta com a “dramatização” do CM,e sera à força um pm de um governo minoritario(ironia do destino,foi o passos que derrubou o governo minoritario…do socrates)

    • Nightwish says:

      Pode-se discordar, mas há que ser sério, saber pensar e não ser hipócrita. Infelizmente, há muita pouca gente de direita com quem valha a pena discutir.
      Tenho a certeza que na esquerda também haverá, mas vivemos num mundo onde o bom senso é de esquerda.

  7. A.Silva says:

    Estes palermas pafientos são cá uns ressabiados… toma xanax, palerma, toma xanax!

    Cambada de idiotas.

  8. Joam Roiz says:

    Aqui ninguém é ingénuo, Ricardo Santos Silva.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s