A comissão em directo


epa05303107 European Commissioner for Trade Cecilia Malmstrom gestures at the start of a European foreign affairs, Trade ministers meeting in Brussels, Belgium, 13 May 2016. The EU trade ministers are to review negotiations on TTIP with the US and to discuss a CETA draft to be signed at a summit in October. EPA/OLIVIER HOSLET +++(c) dpa - Bildfunk+++

imagem:  EPA/OLIVIER HOSLET +++(c) dpa – Bildfunk+++

Bem-vindos colegas comissários, dou por iniciada a nossa reunião. Da ordem de trabalhos de hoje consta, entre outros, o tema CETA:

Como é do vosso conhecimento, uma grande parte de cidadãos europeus, assim como municípios, sindicatos, associações e partidos andam há anos a protestar contra os tratados TTIP e CETA. Ui!!!! E agora, colegas? Como é que forçamos isto sem produzir demasiada choldra? Bom, é com grande satisfação que constatamos, que quanto ao CETA, a coisa não está tão entornada como quanto ao TTIP; na verdade, a maioria nem ouviu falar e enfim, os canadenses são mais queridinhos; enquanto essa malta da rua se entretém com o TTIP, a gente avança com este que, como sabem, já lá tem tudo o que andam a contestar, mormente o nosso querido ISDS/ICS; e assim o outro já não vai custar quase nada a engolir, coitadinhos. A questão é: que procedimento adoptamos para fazermos isto com limpeza? É que, enfim, é a primeira vez que…. Ah! Tenho uma ideia! Que tal decidirmos aqui mesmo, no nosso clube em Bruxelas, a aplicação provisória do CETA? Boa? Criamos factos irreversíveis e pronto, vai ser canja a consumação – e de seguida pespegamos-lhes logo o TTIP que é para aprenderem que não conseguem nada com veleidades democráticas, era o que faltava! Ora vamos lá a ver, temos de manobrar bem e montar um timing apertado para não dar tempo àqueles palermas dos activistas de … vocês já sabem, aqueles actos desesperados de se acorrentarem à porta do Parlamento Europeu, fazerem a cabeça aos MEP… Ah! colega britânico, sim, sim, temos de ter em vista a votação sobre o Brexit, não podemos dar-lhes achas para a fogueira… sim, já estamos a ter isso em consideração.

Ok, despachemo-nos: já nesta sexta-feira os ministros e o resto do pessoal do comércio dos 28 reúnem-se e aprovam duas decisões: a proposta formal da Comissão ao Conselho relativa à assinatura e aplicação provisória do CETA por um lado, e uma proposta de decisão de concluir o acordo por outro. Não percebem? Não faz mal, quanto mais complicado melhor, não é, assim aquela gentalha vai andar a apanhar bonés até que seja tarde demais. Claro que a proposta vai formulada como acordo não-misto, para facilitar, é tudo muito mais rápido e os parlamentos nacionais ficam a chuchar no dedo; Com uma forcinha política o Conselho até é capaz de aprovar por unanimidade essa do não misto! Embora… pode ser que o Conselho, feito parvo, insista em que é misto; mas não faz mal, porque aí declaramos as partes mais fixes como sendo da competência exclusiva da UE. Anyway, seja com mistura ou sem, o principal é a parte da aplicação provisória (AP) e sobre isso há boas notícias: a posição da Alemanha está claríssima e – imaginem, ah, ah, ah, até aqueles fracotes dirigidos por socialistas na Grécia e Portugal já se posicionaram a favor da AP no Comité de Política Comercial do Conselho em 27 de Abril, wonderful, rigth?

Sim, diga colega francês? O papel do Parlamento Europeu? Don’t worry mon ami, sim, sim, o pessoal vai poder debater e até emitir recomendações sobre a conclusão do CETA, mas não há nenhuma exigência formal para envolver o PE na decisão sobre a AP e… e até podemos tomar a decisão sobre a AP antes da votação no PE, yes!!!. Embora… bom, a aplicação provisória real do CETA só pode ocorrer depois do voto de consentimento do PE, enfim, colegas, é preciso manter as aparências, e, cá para nós, os colegas canadenses também precisam de assegurar os aspectos práticos…

Como vêem colegas, para grandes males, grandes remédios: vamos produzir um pequeno milagre, o CETA entra em vigor, pelo menos aquelas partes boas, e depois então, enfim, depois então se concluirá, com tempo, se o CETA vai ser concluído.

Sim, colega português? Não capicci nada? É o costume, colega, não se preocupe, assegure lá que o seu compatriota toma a posição certa sobre a AP e do resto nos encarregaremos nós. E já agora, dê os parabéns aos media lá no seu país, no que toca a estes assuntos, são exemplares!

Está encerrada a sessão colegas, está tudo under control e agora toca a fazer os vossos trabalhos de casa!

Comments

  1. Eu ficaria muito contente se vexa e todos os tudologos que acham que eu devo apoiar, o contra CETA . me dissessem as regras do CETA e acreditassem que eu sou capaz de pensar pela minha cabeça. e decidir se devo apoiar ou rejeitar. Até lá tenho muito pouco respeito por novos “capangas” em progresso e fico muito pouco sensibilizado, diria até desconfiado.

  2. Ana Moreno says:

    Para que possa pensar à vontade pela sua cabeça, aqui vai o link para o texto do CETA: http://trade.ec.europa.eu/doclib/docs/2014/september/tradoc_152806.pdf
    Espero que domine bem o inglês porque até agora só existe esta versão; o departamento jurídico da UE ainda tem a tradução para as várias línguas da UE em mãos.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s