Ir à bola com a Galp? Naaaa, faz antes um frete ao Dono Disto Tudo


pptm

Telmo Monteiro acusou hoje o governo de querer ir à bola com a Galp e de ser forte com os fracos e fraco com os fortes. Sim, o mesmo Telmo Monteiro que, a poucos dias das Legislativas de 2005, com tudo a indicar uma derrota da coligação PSD/CDS-PP, assinou, a correr, um despacho que resultou no abate de milhares de sobreiros para que o BES, através da empresa Portucale, construísse um empreendimento turístico na Herdade da Vargem Fresca, um dos capítulos mais marcantes dessa bela história de corrupção e impunidade que foi o caso Portucale. Entre ir à bola com a Galp e fazer fretes ao Dono Disto Tudo, venha o Jacinto Leite Capelo Rego e escolha.

Comments

  1. JgMenos says:

    Ora aí está um argumento fortíssimo:
    Errado para sempre!
    O Padre Eterno na sua versão tremendista.

  2. fleitao says:

    Telmo Correia, Paulo Portas, Nobre Guedes, etc. etc., são um verdadeiro nojo. Cristas é a seguidora desta nausea.

  3. Aventar? Derivará de alguma avantesma? Quando a imbecilidade se pretende assumir como forma inteligente, expõe-se sempre ao ridículo (mais vale a auto flagelação!). Quem “acusou hoje o governo de querer ir à bola com a Galp e de ser forte com os fracos e fraco com os fortes.”, foi Telmo Correia, e fê-lo na AR, num contexto de alerta para a impunidade com que este executivo e seus comparsas pretendem aprovar um regulamento, como se já não existisse um, sem efeitos retroactivos; alertando de igual forma a prepotência e arrogância do mesmo executivo como deu o “caso por encerrado”. Não deve nem pode ser assim. Não havendo retroactividade, existe o regulamento anterior que deve ser aplicado.
    Concretamente ao caso Portucale, Telmo Correia terá supostamente estado envolvido, por inerência das funções que desempenhou como ministro do Turismo do XVI Governo Constitucional, mas não foi sequer arguido no processo, e muito menos pronunciado. Resta acrescentar que a 12/04/2012, teve lugar o fim do julgamento com a leitura do acórdão. Todos os 11 arguidos pronunciados foram absolvidos. E entre eles não constava nenhum dos dois, i.e., nem Telmo Correia, nem Telmo Monteiro (que se desconhece quem seja).
    Fonte: https://tretas.org/CasoPortucale#Pessoas_Envolvidas

    • Ricardo Almeida says:

      Ó Rui…
      Ter maltinha do CDS a acusar quem quer que seja de procedimentos ilícitos e corrupção é ridículo. Não interessa se estão a acusar o Papa Francisco ou o Valentim Loureiro. É indecente visto que o CDS é ninho para o pior que a política portuguesa têm para oferecer ou não tivéssemos nós dois submarinos alemães em 4a mão a apodrecer aos poucos na base do Alfeite. Mas se fossem só os submarinos… o CDS é o sonho molhado de qualquer esquadra anti corrupção que se preze!
      Este nível de ridículo parece inultrapassável mas ao que parece o Rui acaba de provar que afinal ainda dá para descer um bom bocado mais ao colocar o óbvio em causa.
      A minha esperança é que o Rui seja apenas mais um dos membros da antiga aristocracia portuguesa, os únicos que podem defender as práticas deficientes do CDS com vista a baixar o preço do caviar e D. Pérignon.
      Doutra forma fico muito triste de saber que existem portugueses que, depois de mais de 40 anos de trafulhices em praça pública, ainda conseguem meter o seus valores humanistas e lógicos na gaveta para conseguirem justificar a existência dessa aberração política.

    • Não deriva de aventesma mas, volta e meia, temos que aturar uma ou outra como o Rui Bico. Mas, paleio de saco à parte, Telmo Correia foi um dos ministros que assinou o despacho, em cima de joelho, para que o abate dos sobreiros fosse consumado, fazendo um frete ao DDT. Se a justiça faz ou não o seu papel, é outra questão e, como não o vi negar o papel do dirigente do CDS no processo, assumo que calou e consentiu.

  4. José Peralta says:

    Rui Bico

    “Aventar? Derivará de alguma avantesma? Quando a imbecilidade se pretende assumir como forma inteligente, expõe-se sempre ao ridículo (mais vale a auto flagelação!)”.

    Sobre “imbecilidades” na A.R. você tem por onde escolher na “ala” que defende, a começar pela azougada cristas, um monumento ao ridículo, ao arroto fétido, porque tendo sido ministra pafiosa de um governo que, esse sim, aumentou exponencialmente os impostos, foi forte com os fracos e cúmplice e protector dos fortes, destruiu a classe média, teve (e tem !) um canalha mota soares a espalhar pelo país a salazarenta “sopa dos pobres” a que chamou “cantinas sociais”. para matar a fome a muita dessa classe média envergonhada, que perdeu o emprego, depois o automóvel, depois a casa própria e depois teve que voltar com os filhos para casa dos pais, por vezes já idosos e com as reformas também roubadas !

    Portanto, quando vier “defender” telmos correias, ou outros idiotas e farsantes da mesma estirpe, não se esqueça que as feridas, as chagas sociais provocadas por toda essa canalhada, estão bem fundas e presentes !

    Sobre a referência ao AVENTAR derivar de “aventesma”, talvez demonstre algum grau da sua imbecilid… quero dizer, da sua incultura, que qualquer bom dicionário colmatará, até talvez o poupe ao ridículo de querer parecer inteligente, o impeça de querer “tocar rabecão” e o mantenha “na chinela” ! Mas já quanto à sua veia “humorística”, você é um completo desastre, e uma nulidade para a “stand up comedy”…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s