O truque pró-golpe

Isto é mais do que um truque, é manipulação deliberada da opinião pública. Apenas um dos muitos exemplos com os quais somos diariamente confrontados, muitas vezes sem darmos conta, tal é a sofisticação dos estratagemas. Só que desta vez não correu como esperado e foi desmascarado. Pelos suspeitos do costume. [Read more…]

O gang do impeachment

Reus Brasil

Na bizarra Câmara dos Deputados brasileira que ontem aprovou o processo de impeachment de Dilma Roussef, 57 deputados enfrentam processos no Supremo Tribunal Federal do Brasil. Apenas um é membro do PT. A esmagadora maioria é de direita, exigiu o impeachment da presidente, e o partido que até agora vivia bem com a sua parceria governamental com o PT de Dilma, o PMBD, é aquele que mais parlamentares a braços com a justiça integra. São os senhores que se seguem. Boa sorte Brasil!

Imprensa internacional condena golpe em curso no Brasil

Imprensa int

Tudo publicações de esquerda, claro. A começar pela Forbes. Claro que por cá, a virtuosa imprensa nacional mantém o silêncio cúmplice. Ficam os links e o agradecimento à página Os Truques da Imprensa Portuguesa, pela atenção e por não baixar a guarda. [Read more…]

É o impeachment, estúpido!

Brasil

Era isto.

Via Facebook Tony Ferraz

 

BRICS

As consequências dos acontecimentos no Brasil reflectem-se, sobretudo, no movimento global do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e no novo equilíbrio de forças que estavam a tentar impôr no mundo.

[Read more…]

Brasil: golpe (de Estado) mediático em curso?

Perante a cobertura mediática da crise política no Brasil, que não se tem pautado pela isenção e que insiste em tratar de forma diferente aquilo que é igual, a televisão Al-Jazeera apresenta-nos uma nova perspectiva sobre os acontecimentos que tem marcado o Brasil, com o foco na cobertura mediática da imprensa brasileira, cujos principais órgãos de comunicação social são controlados por famílias ligadas ao regime ditatorial e, actualmente, à direita brasileira. O caso da Rede Globo e da família Marinho, que ergueu o seu gigantesco império de comunicação social com o apoio da ditadura, ilustra bem o seu posicionamento e a forma sectária como tem acompanhado a crise brasileira. [Read more…]

Dilma tinha que nascer duas vezes para perceber tanto destes esquemas como Cavaco

CSDL

Anda por aí muito moralista de direita nacional indignado com o esquema engendrado por Dilma Roussef para proteger Lula da Silva da justiça brasileira. Questiono-me sobre onde estavam eles em 2008, quando o caso BPN rebentou e Dias Loureiro, antigo ministro de Cavaco Silva e referência de Pedro Passos Coelho, gozava da imunidade de conselheiro de Estado que o manteve protegido da investigação em curso durante mais de um ano. Apesar dos factos e do escândalo, Cavaco recusou-se a destituí-lo do cargo e deu ao seu amigo 15 meses para se preparar para o que aí vinha. Claro que, como estamos em Portugal, a culpa morreu solteira. Portanto se alguém achava que Dilma foi particularmente original com a nomeação de Lula da Silva para a sua Casa Civil, Cavaco está cá para provar à lusofonia que usar o poder para proteger amigos da justiça não é novidade nenhuma. Dilma tinha que nascer duas vezes para perceber tanto destes esquemas como Cavaco.

A imparcialidade de Itagiba Catta Preta Neto

Itagiba

Um juiz não deixa de ser um cidadão de pleno direito pelas funções que exerce. Mas é expectável que assuma uma postura de imparcialidade. Não parece ser o caso de Itagiba Catta Preta Neto, o juiz que ontem suspendeu a nomeação da Lula da Silva para a Casa Civil de Dilma Roussef, assumido apoiante de Aécio Neves, principal opositor de Dilma Roussef nas últimas eleições brasileiras, e autor de inúmeras publicações contra o governo brasileiro nas redes sociais. O apelo à queda de Dilma para que os brasileiros, perdão, as elites dos helicópteros possam voltar a viajar para Miami e Orlando porque a queda da presidente levaria à queda do dólar é absolutamente notável. Já o embaraço causado é tal que este juiz se viu forçado a desactivar a conta no Facebook. A internet, porém, não perdoa.

Para entender melhor a crise no Brasil

palacio_planalto

Uma leitora brasileira enviou-nos uma lista de sites e blogues de jornalistas que dão uma visão dos acontecimentos no Brasil a partir de quem os vive de perto.

Se a situação é complexa e divide os brasileiros, ainda o é mais para quem, a partir de Portugal e da nossa imprensa, tenta compreendê-la. Estamos perante uma tentativa de “golpe de estado judicial”, como já li? Existe uma campanha orquestrada para derrubar Lula? Essa campanha conta com o apoio dos militares e da Globo? É possível, como também li, que se corram riscos sérios e generalizados de derramamento de sangue nas ruas? Ou tudo não passa, afinal, de uma manobra desesperada do PT para boicotar uma investigação judicial? Dilma e Lula deram um tiro no pé com a recente nomeação do ex-presidente como ministro? Quais as consequências desta crise para a democracia brasileira? [Read more…]

Brasil: o povo na rua?

Brasil

Flutes, iates, limousines e extrema-direita. Eis a face visível da agenda política que procura aproveitar o tiro no pé do governo de Dilma para regressar ao passado de opressão e exploração do povo brasileiro. Os tais que se manifestam pelo fim da democracia. Que se manifestam contra o direito de se manifestar. Irónico e triste.

Fotomontagem via Diário de uma Cadeirante Cinefila

Pelo fim da democracia

Brasil

Já aqui falei sobre o tiro que Dilma Roussef deu no próprio pé. Usar o poder para evitar que Lula da Silva enfrente a justiça é um grave abuso e custar-lhe-á muito caro. Mas desenganem-se aqueles que vêm nestas manifestações nada mais do que patriotas a lutar pela democracia. Alguns assumem-no e pedem mesmo o fim da democracia e uma intervenção militar no Brasil. Sim, existe revolta genuína contra a corrupção que esmaga o Brasil. Mas também existe uma agenda política. Uma agenda que não hesitará em reverter o recuo do fosso e do grosso das políticas com que o PT tirou milhões da miséria. Assim vai o Brasil, encurralado entre a corrupção, a ganância e o fascismo.

O resgate de Lula da Silva

LulaDS

Quando um político suspeito de envolvimento em crimes de corrupção vem a terreiro afirmar “estou vivo e sou mais honesto que vocês“, a tendência que tenho é para desconfiar. Quando esse político, em vias de ser detido, é resgatado pelo governo do seu partido e transformado em ministro, tornando-se assim imune à investigação do gigantesco caso de corrupção que o poderia levar para a prisão, então a margem para dúvidas torna-se praticamente nula. Bem sei que Lula da Silva tirou milhões de brasileiros da pobreza e das garras da exploração de um país que tem tanto de rico como de desigual. Mas isso não pode justificar tudo. E se Lula é mesmo inocente, gritar que é honesto para de seguida ser blindado dos avanços da justiça por uma jogada política desta natureza não abona rigorosamente nada em favor da sua pretensão. As ruas cheias de protestos são o espelho disso mesmo.

Foto: Reuters@DN

Dilma ganhou meio Brasil

E será presidente da totalidade do país.

Só boas notícias

EXPRESSO: José Sócrates vai viver para Paris e estudar Filosofia    SOL: Dilma oferece emprego a Sócrates

Seja em versão filosofia técnica, seja com salário pago por terceiros, ao que parece temos emigrante de mala de cartão. Os que ficam que paguem a crise.

Eleições Presidenciais: Brasil deve ter a sua primeira Presidenta da República a partir de 2011

Por PEPE CHAVES*

As eleições presidenciais de outubro de 2010, no Brasil, remontam um panorama inédito: a eminência de se eleger a primeira presidenta da história. No final de agosto, pouco mais de um mês antes das eleições, uma pesquisa do instituto Datafolha apontava uma diferença superior a 20% em favor da candidata do PT (Partido dos Trabalhadores), Dilma Rousseff, sobre o segundo colocado, José Serra, do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira).

Indicada pelo presidente Lula para sucedê-lo, Dilma Rousseff, trabalhou como chefe do Gabinete Civil em seu governo, ocupando um dos cargos mais importantes e cobiçados do primeiro escalão. Dilma é mineira, formada pela UFMG, uma das principais universidades do país, mas viveu a maior parte de sua vida no Estado do Rio grande do Sul, onde se casou e teve filhos. [Read more…]