Os gays aceitam esta vergonha?

O PS diz que aprova o casamento gay mas deixa de fora a “…adopção atendendo ao superior interesse das crianças…”

Eu nunca disse isto, tenho dúvidas, não percebo o interesse na palavra “casamento” mas enfim, se as pessoas são mais felizes…

Quanto à adopção, e depois de umas belas conversas com as meninas da Jugular, estou profundamente crente que o mais importante é o caracter das pessoas, não a sua orientação sexual.

Vir do seu próprio campo o mais vergonhoso, rasteiro e afrontoso argumento é que me deixa em paz, tantas foram as vezes que me chamaram homofóbico.

Os senhores deputados da quota do Simplex, não se demitem? Não deixem assim, um pobre cidadão, que teve a honestidade de colocar dúvidas, mas que se modificou e muito, em relação a estes temas. Mudei de ideias por ser fraquinho nas minhas convicções? Do lado dos homossexuais porta vozes, só havia ambição?

Eu é que me sinto incomodado por alguem vir dizer que “…o superior interesse das crianças…” não fica salvaguardado com a adopção por homossexuais?

Eu, o homofóbico?

Comments

  1. miguel dias says:

    Para mim a questão é muito simples, caro Luís. A proibição da adopção visa evitar que as criancinhas ou mâezinhas) se tornem pervertidos como os paizinhos adoptivos. É justo. O que no entanto colide com uma evidência. A maioria dos actuais pervertidos provêm de famílias hetero. Ou pelos menos que aparentam ser. Logo impõe-se um movimento subsequente : Abaixo a adopção e quem a apoiar. Tout-court.

  2. Luis Moreira says:

    Que um pai e uma mãe constituem o ambiente natural onde deve crescer uma criança, julgo que mesmo os gays não têm dúvidas. o problema começa quando há crianças que não têm esse ambiente. Casa Pia? è melhor que um casal gay? aí, eu acredito que é mais um problema de caracter das pessoas que da orientação sexual, embora haja o perigo da “imitação”. Ora, o PS, que se arvora em “fracturante”, não encontrou melhor maneira de evitar a adopção que ofender gravemente os gays.Pois se é preciso “defender os superiores interesses das crianças…” é porque os gays não os defendem, o que me parece uma generalização injusta.

  3. Ricardo Santos Pinto says:

    Tens toda a razao, Luis.

  4. miguel dias says:

    O perigo da imitação é bom, Luís, mesmo muito bom. Não sei se gosto mais da parte da imitação ou do perigo. Ambas as duas são excelentes.

  5. Luis Moreira says:

    Meus caros, apanham-se os mentirosos e os “peseteiros” num ápice…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.