Passos Coelho está preparado.

O que se pode concluir é que Passos Coelho está preparado, há anos em que se rodeou de uma equipa e tem ideias sobre o que quer para Portugal. Isso nota-se muito na forma como é mais concreto nas medidas e políticas preconizadas. na economia é o único que percebeu que sem uma rede de Pequenas e Médias Empresas viradas para a inovação e para a exportação, o país não sairá deste caminho que conduz à pobreza.

Ter um Estado que se conluie com os grandes grupos económicos “absorsores” das mais -valias produzidas pelo resto da população, até porque operam no mercado interno, leva-nos inexoravelmente para o abismo, o que está mais que provado como se vê pelos resultados dos últimos anos. Os sucessivos de grandes projectos públicos cada vez são marginalmente menos eficazes e rentáveis e a dívida pública explica o resto. Hoje pagamos 6% do PIB em juros lá fora o Sistema Nacional de Saúde representa 8%.

Nisto, Passos Coelho é o único que tirou as devidas ilações e está apostado em criar uma industria inovadora, uma agricultura e pescas que substituam importações e possam exportar. Não há outra maneira de tirar o país da miséria. Nunca de Sócrates ouvimos tal, bem pelo contrário, até á última defendeu os megainvestimentos e ignorou a dívida. As instituições financeiras internacionais obrigaram-no a dar o dito por não dito.

Pedro Passos Coelho tambem defendeu o “Estado Social” como é de tom na “social-democracia” o que não pode deixar de ser num país tão pobre, onde 2 milhões de pessoas são pobres e 40% vivem directa ou indirectamente, à conta do Estado.

E, mais do que tudo, que se saiba não tem curso tirado ao domingo, nem inquéritos mal explicados!

Comments


  1. Eu tenho TODAS as dúvidas sobre mais um salvador na terra – há anos que digo isto: desconfio de quem nunca trabalhou e sempre andou na política. Ouvi ontem Marcelo a dizer o mesmo.
    Sócrates e este têm esse problema: são filhos da política que não sabem fazer nada sem ela:http://www.aventar.eu/2009/04/07/ide-trabalhar/

    JP


  2. Esta troca de “galhardetes” começa a ser preocupante num mundo em que alguém disse que os intelectuais e o diplomados é que têm razão…
    Patente neste comentários o contraditório.

    Trabalhem

    Saudações Marítimas
    José Modesto

  3. maria monteiro says:

    as escolas são os nossos primeiros empregadores (Profissão: estudante) e em nada somos prejudicados se os nossos superiores hierárquicos (os professores) saibam a matéria de cor… ir para as aulas e não saber a matéria é que seria preocupante
    um abraço para todos
    Maria a eterna aprendiz na arte do saber

  4. Ricardo Santos Pinto says:

    «Ide Trabalhar». Ó JP, e o António José Seguro?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.