Prós e Contras – A escola autónoma

Ontem o Pós e Contras foi um programa de enorme importância. A vários títulos. Desde logo porque o assunto era a escola e a sua autonomia, porque participaram pessoas das escolas, que estão no terreno, e porque com grande surpresa minha, estão basicamenet de acordo.

Uma escola com autonomia, capaz de se “individualizar” na medida em que tem que se adaptar ao ambiente  em que se insere, írreptível, e por isso, única.

Uma hierarquia decisória e displinadora, com rosto, democrática, mas sem dúvidas quanto a quem manda e a quem representa a autoridade e a disciplina.

Responsável na medida em que tem que responder pelos meios e pelos objectivos que lhe são consignados.

A possibilidade e a liberdade dos pais escolherem o que consideram melhor para os seus filhos.

Uma escola “local” interagindo com o universo de alunos e de famílias, com os poderes locias e ser capaz de dar resposta apropriada e célere aos problemas, eles tambem únicos, que tem que enfrentar. O que ficou tambem claro, é que não há fatos feitos cozinhados num qualquer gabinetes, entre burocratas, que sirva às milhares de situações com que as escolas se confrontam todos os dias.

No essencial, gente responsável, que trabalha arduamente, está de acordo.

A escola autónoma caminha inexoravelmente para ser uma realidade, contra os que vêm na escola campo de experiências e de luta política. Uma boa notícia!

Comments

  1. Paulo André says:
  2. maria monteiro says:

    Também vi, gostei do debate, há quem já esteja a fazer muito pela escola pública, que pense no ensino, na aprendizagem, nos alunos… é um caminho a continuar

    Quanto “A possibilidade e a liberdade dos pais escolherem o que consideram melhor para os seus filhos.”, melhor para os filhos é ter uma escola pública em condições onde se ensine, se aprenda, se cresça em saberes

    Ps: O PP mais parecia um desses em terreno de gabinete

  3. Luis Moreira says:

    Paulo André, os aventadores José Magalhães e José Freitas apresentaram as sua opiniões, livres e responsáveis. Você, meu caro, não apresenta opinião nenhuma. Limita-se desmerecer as opinões dos outros. E se julga que é original, desiluda-se.Nas greves os argumentos são sempre os mesmos .

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.