Arábia Saudita ajuda Israel a atacar Irão!

Para que os caças Israelitas possam atacar as instalações ligadas ao programa nuclear do Irão, terão que viajar cerca de 2000 Kms, limite da autonomia de vôo dos aviões. Mas a Arábia Saudita dá uma ajuda, abrindo um “corredor aéreo” limpo de radares de defesa para que os caças possam sobrevoar o território.

“Vamos olhar para o lado” dizem da secretaria de defesa, os sistemas de defesa não serão activados para os caças Israelitas poderem passar, e logo que passem, os sistemas serão reactivados ao máximo. Riad tem tanto medo do Irão como Israel e não quer que o programa nuclear siga o seu curso.

Entretanto, em Teerão, na passagem do aniversário das eleições, voltou-se a ouvir “morte ao ditador” apesar do medo que caiu sobre os que se manifestaram nas ruas o chamado “Movimento Verde” e que reinvindica ter ganho as eleições. A universidade tornou a agitar-se e houve envolvimentos de violência entre a polícia e os manifestantes. Dezenas de jornalistas foram presos e há um aparato militar e um ambiente de tensão enormes.

Num comunicado conjunto de toda a oposição, diz-se:”O regime devia avançar para termos uma imprensa livre, eleições livres e o respeito pelos direitos humanos, mas isso é o contrário do que se passa”!

Faz-me lembrar o velho aforismo : “a galinha do vizinho é melhor que a minha”!

Comments


  1. A queda do regime dos aiatolás em nada se comparará à retirada do Xá. Será à força e de uma brutalidade sem precedentes.

  2. Luís Moreira says:

    sem dúvida! Com excepção da Síria toda a região olha para o regime dos iatolas com medo. bem me lembro quando cá no Ocidente demos refúgio ao Komeni e tiramos o tapete ao Xa.Os argumentos são sempre os mesmos! O inferno está cheio de boas intenções!

  3. maria monteiro says:

    quando acabar “a torneira” do petróleo todos esses países não vão sobreviver… com a água mais cara do que o nosso litro de gasolina, ninguém é capaz de viver do nada … por lá ficará o povo nómada como antigamente

  4. Luís Moreira says:

    Entretanto vão comprando meio mundo e a viver à conta…

  5. maria monteiro says:

    é que têm mesmo que comprar meio mundo … (ocupação pela força do dinheiro) afinal é aí nesse meio mundo comprado que irão viver


  6. O petróleo vai demorar muitos anos a acabar – se é que vai acabar de todo. E se alguma coisa vai acontecer no médio oriente em relação ao petróleo, é que vão vender menos e fazer muito mais dinheiro! Por outro lado as economias dos países do médio oriente são muito desequilibradas pelo que o futuro de todas elas é incerto, no mínimo.

    É claro que esta notícia já foi desmentida pelo Reino da Arábia Saudita… Vejam por exemplo aqui.

    Esta coisa dos xiitas e sunitas terem uma ligeira desavença explica muitas coisas que se passam naquela parte do mundo. Penso que foi um factor importante para a entrada dos EUA no Iraque (entre muitos outros factores) e mais importante que isso é um grande motivo para a permanência dos americanos naquela área. Vejam por exemplo este artigo de 2006: THE REACH OF WAR; Saudis Give U.S. A Grim What If

    • Luís Moreira says:

      Estas notícias servem para dar recados ao Irão, por causa do programa nuclear.Os próprios países Árabes têm medo, talvez com a excepção da Siŕia.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.