Parabenizar quem o merece

É tempo de reconhecer que o jogo com a Costa de Marfim tinha uma dificuldade acrescida: do outro lado estava um treinador que conhece bem Portugal e soube contratar o melhor que havia para tramar Carlos Queiroz.

Empatar, nestas condições, foi mesmo o resultado possível.

Só espero que a Vossa Senhora de Scolari não esteja a aconselhar os coreanos.

Comments

  1. Pedro says:

    Ah, não foi por causa de uma série de equívocos do treinador nem de falta de garra dos jogadores que Portugal jogou como jogou. Foi por causa do Toni. Foi também por causa do Toni que o “treinador” veio com as desculpas esfarrapadas com que veio. Foi por causa do Toni, a culpa é do Toni e o burro é o Toni, hum, hum.
    Força Toni, um abraço, este país não é para homens.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.