Concursos de professores – a trapalhada do costume

Acaba na quinta-feira, pelas 18 horas (por que será que tem de terminar às 18 horas se todo o processo decorre via net?), o prazo do concurso de professores para o ano lectivo de 2010/2011.
Apesar de concorrerem apenas professores contratados e professores em destacamento por diversos motivos, as trapalhadas já são inúmeras. O «call-center» de apoio ao candidato está indisponível desde ontem – por isso ninguém pode esclarecer as suas dúvidas; e o site da DGRHE (Direcção-Geral dos Recursos Humanos da Educação) está assustadoramente lento e revela falhas constantes. Ontem, uma candidata esteve duas horas a manifestar as suas preferências e, quando quis gravar, o impresso virtual foi ao ar e desapareceu tudo. Neste momento, já são muitos aqueles que não conseguem aceder ao site.
Não colhe, como é óbvio, a justificação de que está tudo a concorrer ao mesmo tempo. Ainda faltam dois dias e meio para o prazo terminar. E com uma única semana de prazo, é óbvio que tem de haver uma grande concentração seja em que dia for.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.