Ora Bessa!

Daniel Bessa

Há comportamentos de certos homens públicos que me causam psoríase. Olho para o percurso político-partidário deles e fico perplexo e indignado.

Daniel Bessa, Joaquim Pina Moura, Mário Lino e António Mendonça, todos oriundos de certa esquerda, constituem alguns exemplos de eloquente falta de vergonha. Vidas de videirinhos que, para manter benesses, não hesitam em tornar-se serventuários de ideologias que antes combateram (?) e opostas ao individualista egoísmo que, pelos vistos, sempre os norteou.

Segundo o ‘Público’, Daniel Bessa considera: “A economia está ser aniquilada pelo Estado Social”. É caso para afirmar com estrondo: “Ora Bessa!!!”. Eu e felizmente muitos, muitos mais pensamos exactamente o contrário; isto é: “O Estado Social está a ser aniquilado pela economia”. Então não foi Bismarck, um conservador do século XIX, o fundador do Estado Social? É ou não verdade que, terminada a Guerra Fria, os Estados europeus, a partir de Margaret Tahtcher, e com neoconservadores e socialistas (?) em sintonia, produziram e desenvolveram o modelo  da drástica redução do papel do Estado na economia, das PPP’s e da infabilidade  do mercado da ‘mão invisível’? O que é que o Estado Social contribuiu para as bolhas financeiras, imobiliárias e desgovernação do sistema financeiro? Tudo o que nos fez aportar ao território do descalabro dos sistemas económicos, do euro e das desigualdades sociais emanou do Estado Social?

Entendo que Daniel Bessa pretenda manter a presidência da Cotec, em conciliação com o distinto lugar de membro da Comissão de Honra de Cavaco Silva. Rejeito, porém, que o conhecido economista e político desvirtue a verdade histórica. Ora essa, era o que faltava Sr. Bessa!

Comments

  1. A. Pedro says:

    Pois é, Carlos, é que antes o cidadão era o centro do sistema e a política servia, em princípio, para melhorar a vida das pessoas.
    Agora o centro do sistema é o pilim e a política serve, em princípio e no fim de contas, para afastar dele o cidadão.

    • carlos fonseca says:

      Pedro, infelizmente é este o comportamento de gente acometida de aplasia. É um fenonémeno de medula, vergada segundo o fluxo do ‘pilim’. Miseráveis mentalidades!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.