Isto é MESMO verdade!

Por muito desagradáveis que sejam estas imagens, elas são apenas um pálido exemplo daquilo que este site exibe. Para quem conseguir prosseguir a “viagem”, muito há para ver. Desde já avisamos quanto ao conteúdo absolutamente chocante.

Contos Proibidos: Memórias de um PS Desconhecido. Soares e os outros líderes socialistas europeus

continuação daqui

«Era primeiro-ministro do I Governo Constitucional, atravessava uma vertiginosa promoção nacional e internacional e aparecia nos media, sobretudo norte-americanos, como o «herói» dos mencheviques que derrotara os bolcheviques. Acima de tudo, controlava de forma absoluta o Partido Socialista e em Setembro de 1976, no PS, tudo dependia da sua vontade. Nenhum dos responsáveis por pelouros no Secretariado Nacional permanecia durante muito tempo no seu posto. Iam sendo mudados para não adquirirem demasiado poder. Essa era e sempre foi a sua estratégia. Com duas excepções. Salgado Zenha, que só em 1981 quando «disciplinadamente vota de acordo com a sua orientação» é que «Soares sente que só naquele momento o submeteu» e eu próprio. [Read more…]

Jesus, a entrevista

Herman José e Manuel Marques no seu melhor.

Manuel Ivo Cruz


1935-2010

violência ou criminalidade intra-familiar em dia de natal

esbofetear crianças é mais comum do que se pensa, ainda em dia de Natal

Violência intra-familiar não é um tema fácil de abordar. Mas acontece até em dia de Natal. Pensa-se sempre que um grupo de parentes ou seres humanos relacionados entre si, por laços de consanguinidade ou de afinidade, é um grupo feliz. No seio do grupo, cabe aos adultos protegerem os mais novos  orientando-os desde muito cedo na vida, pelas sendas do amor, o respeito filial ou o respeito que os pais têm pelos filhos. Pelo menos, é assim que eu penso.

Mas a realidade parece ser outra. Não foi por acaso que coloquei a imagem de uma criança punida, com as marcas de uma bofetada recebida na sua pequena cara. Bofetada de quem se desconhece a autoria e o motivo da punição material, reflectida na cara triste e sofrente de quem não entende qual o mal que fez para receber tamanho castigo. Castigo reiterado ao longo do tempo pela pequena da imagem, e por muitas outras mais.

[Read more…]

Mensagens de Natal: por um país mais pobre

Campanha de STRICK2TARGET, inspirada nisto:

o processo educativo: ensino ou aprendizagem?

Há pessoas que desejam saber só por saber, e isso é curiosidade - Aquino

1. A questão

Todo o grupo social, como condição da sua continuidade, precisa de transmitir à geração seguinte a experiência acumulada no tempo. O facto de os membros individuais do grupo se estarem sempre a renovar, seja pela morte, seja pelo nascimento, dinamiza a necessidade de que essa experiência acumulada, que se denomina saber e que existe fora do tempo individual, fique organizada numa memória que permaneça no tempo histórico. Nos grupos sociais onde existe uma predominância da memória oral, o saber ou conhecimento materializa-se na sistematização ou classificação dos seres humanos em genealogias e hierarquias; nos grupos sociais onde predomina a memória escrita, o conhecimento materializa-se em textos que consignam factos e que são sujeitos de interpretação. Normalmente, a morte leva parte do saber reproduzir uma genealogia e da capacidade de entender uma hierarquia, ao mesmo tempo que leva a capacidade de

[Read more…]