Transparência? Para quê?

Governo [Regional da Madeira] gasta 740 mil euros na aquisição de 19 carros

«Não nos foi possível apurar qual o destino a dar a estes 19 automóveis. O concurso público diz apenas, genericamente, que vão “para os serviços e organismos do Governo Regional da Região Autónoma da Madeira”. O DIÁRIO procurou, junto da Direcção Regional do Património, aceder às peças do concurso, de modo a apurar outros pormenores sobre as viaturas em causa, mas foi informado que tal privilégio está reservado às empresas interessadas.»

Com que então saber o destino dos impostos é um privilégio? São pessoas como estas, que negam o direito de acesso à administração pública, que também barafustam contra a Wikileaks.

Qual Pravda, qual Volkischer Beobachter… O DN é que é!


“O Financial Times analisou as 19 economias europeias mais fortes e os seus ministros das Finanças. Teixeira dos Santos está em 16º.” O Diário de Notícias aproveita para dizer em título gordo, que o sr. ministro é o…”16º melhor ministro das Finanças”.

Leiam o magnífico texto que acompanha a “notícia”…

From Belgium, without shame!

Didier Reynders e Durão Barroso

didier reynders barroso

Reuniram-se em Bruxelas os Ministros das Finanças da zona Euro. O anfitrião belga, Didier Reynders, defende que, depois da Irlanda, é preciso “encontrar uma solução para Portugal”. E eu replico: “É preciso falta de vergonha para tal afirmação, por parte de qualquer belga quanto mais do ministro das finanças!”.

De facto, através de simples dados, relativos ao período de 2000 a 2009, é mais do que evidente de que a Bélgica, com uma população total semelhante a Portugal, tinha em finais de 2009 uma dívida bruta superior (dívida bruta): 326.555 M de euros contra os nossos 127.907 M. Reconheça-se que o PIB per capita belga, em declínio dos 128 de 1995, atingiu em 2009 o valor de 116 – avaliação em PPS (Padrões do Poder de Compra) – enquanto Portugal se limitou a 78 unidades. Mas ainda assim, há a destacar que, nas contas de 2009, a dívida da Bélgica representava 96,2% do PIB, ao passo que esse indicador para Portugal, na mesma data, se fixava em 76,2% (dívida bruta em % do PIB).

[Read more…]

O maluco lúcido

O maluco lúcido

Hoje de manhã, enquanto passeava a minha netinha, um homenzinho gritava a plenos pulmões, fazendo-se ouvir em toda a rua: o cavaco e o primeiro-ministro arruinaram este país e o povo continua burro. Na verdade, ele não dizia arruinaram, dizia foderam, eu é que procurei fugir à asneirola.

 A raiva com que ele clamava, alto e bom som, não passava despercebida a alguns transeuntes que assentiam levemente com a cabeça, se calhar também com a mesma vontade de gritar uma tão grande verdade, não fora o facto de serem tidos como malucos.

Eu era um deles.

De facto, depois do que fizeram deste pobre país, depois de se terem rodeado de uma legião de ladrões e corruptos, e terem estourado com tudo, depois de permitirem e abrirem caminho ao assalto e ao roubo da nação, deixando-a nas lonas materiais, psicológicas e sociais, depois de devorarem o país, têm a lata preparar eleições para exumar o cadáver, como abutres, a ver se ainda há restos para comer.

 E o povo sereno!

Como me apetecia ir para a rua, passar por maluco durante meia hora, e berrar bem alto: o cavaco e o primeiro-ministro deram cabo deste país. Apenas por uma questão de linguagem mais limpa não diria foderam.

Momento Pub… "grátis"

Sugestão de prenda-brinde do Min. Finanças aos portugueses já habituados a pagar impostos. Sendo feito com estilo, prometemos aceitar, resignados, que nos continuem a apertar o pescoço em 2011, 2012, 2013…

IC-19-Tales #34 Ajudar quem precisa

IC-19-Tales #34 Ajudar quem precisa

A notícia: Carlos César acusa Cavaco Silva de “dividir os portugueses

Sócrates, o Magalhães e a América Latina

António Alves.

Companhias de seguros: resistência aos direitos dos lesados

As seguradoras que se acautelem!
Reagem, em regra, às solicitações dos lesados que intentam obter as indemnizações a que fazem jus. Impunemente…
Mas há soluções na Lei das Práticas Comerciais Desleais que o vulgo ignora, mas de que o lesado pode lançar mão, denunciando a situação a quem de direito, já que as coimas daí emergentes poderão, no limite, atingir montantes da ordem dos cerca de 45 000 €.
E com efeito, a alínea g) do artigo 12 da enunciada Lei (o DL 57/2008, de 26 de Março) estabelece a regra que segue:
“Obrigar o consumidor, que pretenda solicitar indemnização ao abrigo de uma apólice de seguro, a apresentar documentos que, de acordo com os critérios de razoabilidade, não possam ser considerados relevantes para estabelecer a validade do pedido, ou deixar sistematicamente sem resposta a correspondência pertinente, com o objectivo de dissuadir o consumidor do exercício dos seus direitos contratuais.”
As sanções estão previstas no artigo 21, como segue: [Read more…]

natal, o presente das crianças: lições

o primeiro natal de uma pequena família internacional: os Isley

…para Camila, filha companheira, o seu marido Felix e para sua filha May Malen, a minha nova neta

 1. Sonata introdutória.

Perguntou-me um dia uma estudante da minha Universidade portuguesa: Senhor Professor, porque estuda crianças? A minha resposta foi breve: porque sou pai. A seguir, proferi uma explicação mais explícita. Não é apenas sermos pais, é o que as crianças nos ensinam. Até parece que não são pequenas. Até parece sermos nós os que dizemos as sabidas coisas da vida. Sabidas coisas, um conceito que substitui todas as acções e aventuras na interacção da experiência da vida, dessa interacção que, por habituados como a ela estamos, esquecemos de reflectir. Reflexão que nem nos faz mal. Pelo contrário, reflexão que nos ajuda, a nós, adultos a crescer, a partir das crianças. Crianças adultas e crianças a crescerem. Como as filhas que tantos de nós pais, temos. É verdade que a simplicidade e o carinho, a honestidade e a lealdade são parte da vida que nós praticamos e transferimos para a nossa descendência. Essa descendência que começa a aumentar sem nós darmos pelo facto. Um dia somos filhos, anos virados, somos autónomos e indivíduos, anos depois, caímos no chão de um amor que acompanha os nossos afectos, a nossa emotividade mais íntima. E, dessa intimidade, aparecem os primeiros descendentes que fabricamos. E não é um erro de estrangeiro dizer fabricamos, são feitos do amor pela pessoa que os leva no seu corpo durante meses e que do seu corpo os alimenta. [Read more…]

Fluminense Campeão Brasileiro e Deco o único jogador português campeão em 4 países


26 anos depois, o Fluminense sagrou-se Campeão do Brasil. A vitória sobre o Guarani foi sofrida mas garantiu o título.
Entre os novos campeões, o português Deco. E queiram ou não queiram todos aqueles que sempre o olharam de soslaio, como o Pesetero, a verdade é que Deco passa a ser o único jogador português Campeão Nacional em quatro países diferentes: Portugal, Espanha, Inglaterra e, agora, o Brasil, o país que o viu nascer.
Se juntarmos a estes 7 títulos de Campeão Nacional duas Ligas dos Campeões, uma Taça UEFA, 3 Taças e 2 Supertaças de Portugal, 2 Supertaças de Espanha, 2 Taças e uma Supertaça de Inglaterra, então temos um palmarés impressionante.
Mais do que os títulos, a mais-valia que constituiu em todos os clubes por onde passou fazem de Deco um dos melhores jogadores portugueses de todos os tempos. [Read more…]