O presidente de todos os seus netos

Comments

  1. júlia says:

    Caros Amigos:
    O cidadão , que é PR, é pai e avô, como a maioria de nós.Num momento daqueles, até o mais ateu , não ficava indiferente.
    Aquele Homem limitou-se, naquele momento, a ser AVÔ!…
    Tenho grande mágoa, que o meu País tenha gente tão folgada, para criticar e não disponível, para construir, pensando em si e nos outros, imaginando soluções para sairmos da CRISE.Afecto neste fim de ano, e esperança em 2011.
    Até amanhã! Até sempre!
    Júlia Príncipe


  2. O Presidente é da República, não é de uma religião ou dos seus netos. Ou devia ser. Este é mais o presidente do ridículo.

  3. Fernando Nabais says:

    Estão todos muito bem, neste filme, a começar pela jornalista que, em vez de entrevistar o Presidente da República, entrevista um avô. O resto é Cavaco no seu habitual. Nem sequer me parece que o Papa saia muito elogiado desta história, pois de Papa passa a um papagaio, tal a habilidade em reproduzir sons acabados de ouvir.

  4. graça dias says:

    Podem ter a certeza “” presidente dos meus netos não vai ser”, NUNCA.

  5. júlia says:

    Caros Amigos:
    Repeito-vos como cidadãos, mas felizmente temos a liberdade de discutir as nossas opiniões e ideias.
    Eu estava a realçar o homem AVÔ, pois qualquer cargo, não nos esvazia do ser humano que somos.O PR, quando eleito, passa a ser de todos os cidadãos. Por sua vez , nós não tivemos tempo para nos adaptar às bruscas e poderosas transformações que a técnica e a sociedade provocaram à nossa volta.Caros Amigos, vejo cidadãos em lugares, que muito me surpreendem…Se a mentalidade do homem muda, o perigo em que vivemos é para doxalmente uma esperança. Gandhi disse:
    -“Não quero fechar os quatro cantos da minha casa, nem pôr paredes nas minhas janelas. Quero que o espírito de todas as culturas circule em minha casa com toda a liberdade possível”.
    Aproveito para vos cumprimentar na despedida de 2010, e desejar no 2011, a procura de uma vida mais humana,que deve começar pela educação.
    Até amanhã! Até sempre!
    Júlia Príncipe

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.