Pepe: A legitimidade de criticar


A ingratidão é fodida.

Comments


  1. O Pepe nem português é quanto mais, nunca devia de ter sido permitidas as naturalizações, basta de destruição da nossa identidade nacional, devemos de jogar só com os nativos desta terra, portugueses brancos e ponto final.
    Se isto é competição entre países porque raio vamos buscar africanos e brasileiros? é ridiculo.
    Portugal aos portugueses

    • Artur says:

      E porque é que os portugueses não-brancos não deveriam jogar? Será porque o Dux é racista ou existe outro motivo racional?
      Os nativos desta terra quem são? os descendentes dos Lusitanos? ou dos romanos? ou dos mouros? ou dos Celtas? ou será dos Visigodos? ou será dos Galaicos? dos Cónicos? dos Iberos? dos Fenicios, Cartagineses ou dos Gregos?

      E quanto à cor, qual é a tonalidade que corresponde à tal “verdadeira” identidade portuguesa?
      É que há os portugueses brancos-brancos e outros portugueses não-tão-brancos, portugueses brancos-escuros, portugueses brancos-assim-assim, portugueses quase-não-brancos, e portugueses não-brancos que nasceram em Portugal e que não conheceram outra identidade a não ser a portuguesa (seja lá o que isso for).


      • “E porque é que os portugueses não-brancos não deveriam jogar? Será porque o Dux é racista ou existe outro motivo racional?”

        Porque jamais serão portugueses, se se trata de uma competição entre países (!) primeiro tem que haver honestidade desportiva, cada povo deve de jogar com os seus jogadores e lá porque nos falta um defesa esquerdo x não podemos ir buscar um africano, um brasileiro ou um chinês… tem que haver honestidade.. segundo, aquilo é a selecção NACIONAL portuguesa e como tal só os portugueses nativos – logicamente brancos, nela devem integrar, pois representa Portugal…
        Racista_? portanto quem pretende manter a identidade nacional e ser honesto é racista? tenha juizo … pode nos apelidar o que bem entender.

        “Os nativos desta terra quem são? os descendentes dos Lusitanos? ou dos romanos? ou dos mouros? ou dos Celtas? ou será dos Visigodos? ou será dos Galaicos? dos Cónicos? dos Iberos? dos Fenicios, Cartagineses ou dos Gregos?”

        Os nativos desta terra, são os nativos do ocidente ibérico, são os portugueses, brancos descendentes de vários povos de origem caucasiana e europeia, descendentes de iberos, celtas, suevos, gregos, romanos, visigodos — celtici, lusitanos, galaicos etc..
        um africano, ou um brasileiro extra-europeus nunca serão nativos da Europa, nunca serão portugueses, a nacionalidade herda-se, não se dá nem se vende, muito menos está sujeita a juizos de valor a a serviços prestados. com uma identidade nacional não se brinca

        E quanto à cor, qual é a tonalidade que corresponde à tal “verdadeira” identidade portuguesa?
        É que há os portugueses brancos-brancos e outros portugueses não-tão-brancos, portugueses brancos-escuros, portugueses brancos-assim-assim, portugueses quase-não-brancos, e portugueses não-brancos que nasceram em Portugal e que não conheceram outra identidade a não ser a portuguesa (seja lá o que isso for).”

        “Só existem portugueses brancos, ser português, italiano, polaco, irlandês, espanhol, russo, alemão ou grego é ser branco, sempre foi sempre será.
        Quanto á tonalidade, qual a sua duvida? os portugueses nativos são aquilo que sempre foram brancos europeus, ninguem aqui precisa de ser nórdcio para ser racialmente branco, existem brancos alpinos, mediterrânicos, nórdcos, balticos… em Portugal domina sobretudo o fenótipo branco mediterrânico e atlanto med…

        Identidade 100%

        • Ricardo Santos Pinto says:

          Ó Dux, diga-me lá uma coisa: um português mulato ou preto nascido em Portugal é menos português do que o senhor só porque não é branco?
          É que se a resposta é sim, tenho uma novidade para si: este blogue não é o lugar de neo-nazis ou de racistas bafientos. Se quiser, indico-lhe uns jeitosos ligados ao PNR. Vota neles, nao?


  2. “Ó Dux, diga-me lá uma coisa: um português mulato ou preto nascido em Portugal é menos português do que o senhor só porque não é branco?
    É que se a resposta é sim, tenho uma novidade para si: este blogue não é o lugar de neo-nazis ou de racistas bafientos. Se quiser, indico-lhe uns jeitosos ligados ao PNR. Vota
    neles, nao?”””

    Não é menos nem é mais, simplesmente NÃO É PORTUGUÊS, a nacionalidade herda-se, não se dá nem se vende… Portugal só existe com portugueses, se tiver duvidas olhe para os monumentos nacionais, Portugal só foi o que foi e só é o que é com portugueses nativos… Se daqui a 60 anos, nós portugueses nativos formos minoria na nossa própria terra, e isto estiver com maioria africana ou mestiça… então o Portugal eterno morreu, e é precisamente isso que tem que ser evitado, não quero viver num novo brasil. se voto no PNR, obviamente que voto no unico partido que rema contra a destruição nacional, você quer viver numa Cova da Moura gigante? leve-os para sua casa.
    saúde

  3. Artur says:

    Então e o que é que se deveria fazer a todos os nascidos em Portugal que não são brancos e cujos pais e avós já nasceram também em Portugal, tais como os ciganos ou os oriundos das ex-colónias, de forma a que daqui a 60 anos os portugueses brancos continuem a ser uma maioria? E às pessoas que são filhos de portugueses brancos e de “não-nativos”? O que é que você faria aos mestiços que nunca conheceram outra cultura ou outro país que não fosse Portugal?


  4. “Então e o que é que se deveria fazer a todos os nascidos em Portugal que não são brancos e cujos pais e avós já nasceram também em Portugal, tais como os ciganos ou os oriundos das ex-colónias, de forma a que daqui a 60 anos os portugueses brancos continuem a ser uma maioria? E às pessoas que são filhos de portugueses brancos e de “não-nativos”? O que é que você faria aos mestiços que nunca conheceram outra cultura ou outro país que não fosse Portugal?”””

    O que se deveria de fazer? devolve-los aos seus países de origem (de onde vieram os seus pais ou avós), imigrantes e filhos de imigrantes extra-europeus não são e nunca serão portugueses nativos, da mesma forma que eu jamais serei coreano ou somali, acha você que um papelinho dado á pressa por traidores faz de um africano português? jamais. Acha que um lobo por nascer num estábulo passa a ser um cavalo? obviamente que não. A Europa ou toma uma posição de defesa da sua identidade ou torna_se num brasil gigarnte e acredite, você e os seus filhos ou netos não vão querer viver numa nação de maioria africana, isso garanto-lhe. E mestiços também não pertencem á Europa, são filhos da traição e devem de ser integrados em países multiculturais e multiraciais de origem, tipo brasil ou cabo verde… nunca serão portugueses.

    • Artur says:

      Pura doutrina estupidamente racista. Só espero é que seja uma pessoa jovem e que ainda possa ganhar algum juizo nessa cabeça. Também espero que não ocupe uma posição ou uma profissão de relevo social que lhe permita por em prática o seu ódio pelo “estrangeiro”. Anda provavelmente a ler os livros errados e a frequentar más companhias.
      Nada do que escreveu faz o menor sentido.

  5. LuizSouza says:

    O Clã dos Souzas são considerados a mais antiga família em Portugal quais ancestrais sempre luaram pela independência dessa terra do domínio dos espanhóis antes mesmo da fundação do Reino de Portugal, historiadores dizem que os Souzas são protagonistas na historia de Portugal. Não queremos ser mais que a família real portuguesa em absoluto, mas o nome Souza é sinônimo de Portugal ser um Souza em qualquer parte do mundo significa ser Portugal, ser português legitimo de Raça , não precisamos ser nascidos em Portugal para sermos portugueses , nós Souzas portugueses de raça sempre seremos , desde o berço com humildade ao se referir a um Souza é se referir a Portugal a português, as nossas origens dos visigodos condes de Coimbra de Witiza descendentes e de D.Henrique de Borgonha pelo seu tataraneto D. Afonso III rei de Portugal , conde de Bolonha . Para se representar Portugal é preciso ser português de raça das famílias portuguesas as visigóticas e góticas origens. Assim. Luiz Souza.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.