25 de Abril: estragaram-no, queremos um novo

Xutos & Pontapés – Sem Eira Nem Beira

Comments

  1. joana says:

    Não esquecer:
    Salgueiro Maia morreu em 1992, jovem, injustiçado pelo destino da vida. No ano seguinte, Cavaco Silva, então primeiro-ministro, recusou dar á viúva uma pensão por ter sido mulher do herói de Abril. Mas deu uma pensão vitalícia a dois agentes da PIDE.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.