Que vergonha, socialistas!

Ao ouvir o boicote às perguntas dos jornalistas durante a conferência de imprensa, só me ocorre que há quem lide muito mal com a liberdade de imprensa. Tristes.

Comments

  1. Ricardo says:

    Que perguntas em concreto?

    • jorge fliscorno says:

      Cito de memória. Uma sobre erros de governação e outra sobre os actuais casos na justiça.

      • Artur M. says:

        E outra sobre “se ama tanto o país, porque abandona a vida política?”. Quanto à incapacidade para lidar bem com a liberdade de imprensa, não me surpreendeu. É, de facto, vergonhoso, mas não me surpreendeu. Afinal, não é algo que o amado líder (deles!) tem vindo a cultivar, desde que chegou a secretário-geral/primeiro-ministro?

        • Maria says:

          Pois….é o estilo do amado líder não responder ás perguntas dos jornalistas, principalmente aquelas perguntas inconvenientes e que ele tem que pensar 2 vezes qual a melhor resposta. Então, não responde! E relativamente ao amor que ele tem por Portugal e pelos portugueses, só demonstrou o contrário ao longo destes anos em que esteve muito confortavelmente sentado na cadeira do poder! Que é o mesmo que dizer que este amor, foi um amor ausente. Agora, é o descanso do “guerreiro” para daqui a algum tempo o vermos algures na administração de uma empresa de topo. Para já, vai gozar umas “merecidas” férias, quem sabe, na Venezuela com o seu querido amigo!!!!

          • Caboclo Capiroba says:

            Por favor ..alguém tem um link onde se possa rever a fase das perguntas ..quando lhe perguntam ( como se chama a jornalista ?)..e agora ?..vai confessar que você é o face oculta ?

            muito bom .. fantástico …

            Sem justiça não há paz nas consciências

    • Caboclo Capiroba says:

      socrates é a face oculta ?
      ele está perdido…quem semeia ventos colhe tempestades

  2. Helder says:

    Sabem acho que a jornalistas que são umas verdadeiras chagas. Por isso acho muito bem que ele não responda, pois também tem direito a isso…

    • Artur M. says:

      Pois, mas uma coisa é não responder. Outra, é ouvir-se vaias e outros sinais de protesto durante a formulação das perguntas… Ou será aquele salão de hotel um enclave em território nacional (uma espécie de Socralândia), onde não reine a liberdade de expressão e de imprensa?

    • jorge fliscorno says:

      E nem eu lhe nego o direito de não responder. Agora uma claque abafar a pergunta já é outra coisa.

      • Ricardo says:

        Portanto uns sao os maus e os outros sao os bons… mais umas dessas… e la se vai a credibilidade intelectual.

        • jorge fliscorno says:

          Ó Ricardo, a propósito de credibilidade intelectual, onde é que isso que diz está escrito ou implícito no meu comentário?

          • Ricardo says:

            Nao e que eu precisasse de responder mas o que acontece e que se fosse na sede do PSD acontecia o mesmo. Ou nao?

          • jorge fliscorno says:

            E teriam direito ao mesmo post.

          • Ricardo says:

            Sem duvida, mas voce deveria ter respondido isso logo desde inicio respondendo: “independentemente das cores politicas e incorreto abafar as perguntas dos jornalistas”, pois se voce nao disser isso, as pessoas vao entender que voce esta a fazer mais um ataque ao PS. Assim percebo que voce nao estava a atacar o PS, a achincalhar o Socrates. Estava a defender a liberdade de imprensa. Pronto, estamos entendidos.


  3. Parece que acabou hoje a censura… e sem tanques na rua!

  4. Nightwish says:

    A liberdade de expressão continua já a seguir quando um clone do Catroga mandar abrir sobre os manifestantes.

  5. Caboclo Capiroba says:

    Por favor ..alguém tem um link onde se possa rever a fase das perguntas ..quando lhe perguntam ( como se chama a jornalista ?)..e agora ?..vai confessar que você é o face oculta ?
    Sem justiça não há paz nas consciências

    muito bom .. fantástico …

    • António Louro says:

      Não votei PS, mas na minha opinião essa pergunta da jornalista foi um pouco ridícula, mas isto é a minha maneira de pensar, e sou um pouco ignorante.
      E não concordo com a espécie de claque que o PS tinha em relação às perguntas, para que fique esclarecido.

  6. joaquim santos silva says:

    escandaloso é o género jornalístico que tantos adeptos tem em Portugal representado na pergunta (q pergunta??) da dita jornalista. os meios apenas servem os fins e aquilo que a malta gosta são sensações fortes e muita matéria útil para falar no dia seguinte…
    esteve bem a senhora, mérito pelo menos já o conseguiu. Quiçá este episódio vá mudar a carreira desta dita senhora.já começaram uns a ganhar…

    • jorge fliscorno says:

      Caro Joaquim, se é para ir por aí, quer fazer o favor de me classificar o que foi, jornalisticamente falando, a divulgação da informação dada pelo governo de que haveria um “superavit” orçamental em Fevereiro? Ora fale-me lá dos meios apenas servirem os fins.

  7. Fernando says:

    Oh meu Deus, Anjos, Arcanjos e Delfins! Tanta dor de corno ou para quem nao os tem tranfere-se para o cotovelo.

  8. maria monteiro says:

    e o Aventar e Jorge “Fliscorno” estão de parabéns. Blogues DN (pág 16)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.