Engenheiro Procura Emprego

Engenheiro, com curso concluído a um domingo, recentemente desempregado, procura trabalho.

Se quer construir uma casa com extremo bom gosto, desenhada com linhas modernas, limpas e funcionais, grande equilíbrio na conjugação de elementos geométricos, experiência comprovada, contacte o nº……………

Comments

  1. Paulo Martins says:

    Bom ou mau passamos de um Engenheiro (técnico) que acabou o curso com 22 anos,
    para um “Dr.” que acabou o curso com que idade? 36?

    Como o mercado de trabalho “filtra” (infelizmente) pessoas com menos de 35 anos,
    acho que só com ajuda da política o Dr. encontrou emprego!

    Mas tudo bem, não comecemos já a bater no novo menino, que ainda é maneirinho!

  2. voluntariamente anónimo says:

    Vai receber subsídio de desemprego? Vai uma aposta que o engenheiro, o que diz agora ir tratar da sua vida (que já preparou convenientemente) não tardará a ter um tacho na do amigo coelhone? voluntariamente anónimo.

  3. Maria Aliviada says:

    O semi engenheiro agora terá tempo para tirar o curso de facto e presencialmente. Com as viagens que lhe pagámos terá refinado o seu gosto e os seus futuros edificios terão uma misturada de influencias que ficarão de recordação do seu último emprego como 1º ministro.
    Esperemos que não lhe dêem um cargo numa empresa pública para ficar mais perto dos amigos porque assim o pobre não poderá estudar e fazer revisões do curso que ele já esqueceu…

  4. anónimo says:

    A pensão de reforma do cargo já não lhe foge, mas vai receber fundo de desemprego? E indemnização? Foi ele que se despediu, não foi? Ou vai alegar despedimento sem justa causa? Mas tem de ser rápido a meter os papéis, antes de entrar em vigor o que ele assinou para se passar a “tornear” esse argumento. Favor atrasem lá isso e a alteração da constituição para dar um jeito ao homem. Coisa lixada a vida de desempregado!

  5. Espártaco Galaécio says:

    Procuro engenheiro com experiência comprovada no ramo das drogas «leves» para elaborar projecto de empresa agro-industrial produtora da «cannabis indica e seus derivados». Dou preferência a quem tiver diploma em inglês técnico, tenha disponibilidade aos domingos, conheça as técnicas de fumar maconha a bordo de aviões, possua espírito inventivo e tenha tirado o curso nas «NOVAS OPORTUNIDADES». Pago generosamente em espécie.

  6. maria monteiro says:

    e o Aventar e A.Pedro Correia estão de parabéns. Blogues DN (pág 16)

    • A. Pedro says:

      Obrigado, Maria Monteiro,
      não sabia. Também reencaminhei para o Jorge Fliscorno, igualmente citado.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.