Maria do Céu Machado para ministra da Saúde

Theme park saúde

Fala-se em Maria do Céu Machado para ministra da Saúde. Pouco sei sobre as competências da pessoa em causa, especialmente no que se refere às competências médicas. Mas estas não são chamadas para o cargo em causa. São as competências políticas que neste caso interessam. Neste aspecto, recordo-me de uma entrevista que deu à RTP2 em 2007 onde afirmava (25-07-2007, Jornal 2, após o minuto 22):

  • Há quem use e abuse do serviço nacional de saúde;
  • Os doentes estão inscritos em vários centros de saúde e vão ao médico aqui e ali. Não é assim tão raro, a população gosta às vezes de ouvir outra opinião;
  • A população pede análises em vários sítios;
  • Acho extremamente difícil definir o que são consultas a mais […] Os médicos hospitalares estão sempre a queixar-se que os doentes não largam o hospital […] O doente sente-se bem em lá voltar daí a 3 meses, daí a 6 meses […]

A confirmar-se, concluímos que teremos como ministra da saúde alguém que acha que os portugueses usam o SNS como um parque de diversões, onde vão em busca de recreação, fazendo-o sem necessidade.

Comments


  1. Ora aí está a ministra ideal, que defende que é quase como hobie que os doentes recorrem aos hospitais e centros de saúde.
    Saí mais um tiro no pé!

  2. Fernando says:

    Quando eu – e serei só eu ? – me lembro que o engenheiro electrotecnico (Maldonado Gonelha) já foi ministro da Saúde, e que outros ministros pulam de um Ministério para o outro a’ velocidade da luz, ou como se fossem canários dentro de uma gaiola, falar em competência e’ uma perda de tempo. Caberá ao povo ai em Portugal avaliar da “competência politica” desde que a profissão certa esteja no ministério certo.


  3. A senhora não tem o perfil certo. Seria um desastre.
    Querem um médico? Vão buscar o Paulo Mendo ao Porto.

  4. Eleitor Preocupado says:

    Mais do mesmo….
    O privilégio do tacho, do favor e do conhecimento em detrimento da competência politica.
    Ser competente a nível politico implica tomar decisões, implica saber que decisões tomar, implica estar rodeado de uma boa equipa.
    Para saberem se esta senhora (anteriormente ligada ao PS) aparece como aposta do PSD é boa profissional, tem o necessário para ser ministra do quer que seja, bastará avaliar o seu trabalho como Alta Comissária da Saúde, saber quem lá colocou, e que objectivos terá atingido!
    Não obstante a excelente imagem da senhora, o facto de ser médica, fica uma vez mais patente a força e a influência da família Lobo Antunes, transversal a todos os partidos.
    Porque será Maria do Céu Machado ministra da Saúde? Terá mãozinho do esposo?
    Engraçado vÊ-la agradecida a Sócrates aquando da nomeação para o ACS e, no dia a seguir às eleições juntinha com o seu esposo em maneira cavaqueira com Paulo Portas e Passos Coelho.
    Puro interesse!
    Assim nem com trÊs troikas lá vamos!

    Peço ao povo português que reflicta, que veja que ao fim de 37 anos de democracia os politicos são os mesmos, os interesses são iguais, o que interessa é ser filho do…, ser militante do…, conhecer o….

    Basta!

    Tanta hiprocrisia, tanto mudança para que fique tudo na mesma já não se aguenta

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.