«A ideia de não aparecer-mos»?

Efectivamente, “de não aparecer-mos“.

Ah! A indignação (porque hoje é sábado)

A vida é mesmo assim: o Benfica está à espera que os jogadores do [F.C.] Porto falhem.

— Rodolfo Reis, 12/2/2017

O meu erro marcou, eventualmente, o título nacional

— Proença, o peremptório

***

Fernando e João, espero que o lance decisivo do campeonato 2016/17 seja este excepcional cruzamento do André Horta, com espectacular golo do Lisandro.

Efectivamente:

Horta vai levantar, segundo poste… golooooooooooo! Benfica! Grita que é golo! Liiiiiiiiiiisandro! Goooooooooooooooooooooolo! Benfica! Lisandro López, nas alturas, a golpear da direita do ataque do Benfica, para o lado contrário. Casillas voou, mas a bola está no fundo das redes.

tenor
Siga. Abraços e um óptimo fim-de-semana.

Acorda Porto!

ladrao
Podemos falar no desnorte da SAD do FCPorto nos últimos tempos? Claro que sim e eu já escrevi sobre isso. Podemos falar na falta de “unhas” do treinador do FCPorto? Obviamente e eu também já escrevi sobre o tema. Podemos falar sobre a qualidade do plantel? Então não! Embora o FCPorto tenha um bom plantel no que ao nosso campeonato diz respeito. Já para a CL é outra conversa, considero-o curto mas é a realidade do nosso futebol que não consegue competir com as centenas de milhões de Inglaterra ou Espanha embora até se consiga fazer uns brilharetes. Posto isto, e de arbitragens?
 

[Read more…]

Novo desenho táctico para resolver os problemas do FC Porto

porto

Depois de quatro empates a zero, a solução saltou do banco, chama-se Rui Pedro, tem 18 anos e é do Norte, carago!

Fonte: Tribuna Expresso

Lopetegui e o equívoco

lopetegui

© Jose Sena Goulao/Lusa (http://bit.ly/1MWXwHt)

Ao contrário daquilo que se lê por aí, Rui Barros não assumiu «interinamente a direção técnica da equipa». O comunicado da Administração da FC Porto – Futebol, SAD é claro: Rui Barros assumiu «interinamente a direcção técnica da equipa». Como é sabido, [diɾɛˈsɐ̃ũ̯] ≠ [diɾɨˈsɐ̃ũ̯] e, aliás, [diɾɨˈsɐ̃ũ̯] nem sequer existe.

A ameaça azul que paira sobre o reich

Sim, eu sei: estamos habilitados a chegar a Munique na próxima Terça-feira e sermos atropelados pela Blitzkrieg alemã. Mas quantos acreditavam, há três dias atrás, que recambiaríamos o Bayern para casa com três balázios na cabeça? Pois, em 87 também ninguém acreditava. A verdade é que, tal como os nazis do video em cima, o nervosismo parece ter tomado conta do adversário do FC Porto e as críticas vão chovendo. Até o médico com quase 40 anos de casa se pôs a andar.  Força Porto, faz aos alemães do futebol aquilo que devíamos fazer aos alemães da política. Fá-los engolir a arrogância. Para abanar o rabo já cá temos o primeiro-ministro e a senhora das Finanças.

Cheira a esturro

Quando Porto e Benfica se juntam para testemunhar a favor de um fundo de investimento.

O FCPorto chegou ao país do camarada

O país Vasco. Força força camarada Record!

Esta é a minha gente. À Porto!

Assisti, pela televisão relacionada com o clube maior da cidade do Porto, ao jogo entre o FCP e o SLB, em andebol, que conferiu aos dragões o hexacampeonato. Os atletas tinham acabado de entrar no reservado palco da história maior do clube, os recordes, os directores acotovelavam-se para cumprimentarem o Presidente, o Presidente desfazia-se em cumprimentos e abraços, os atletas saltavam, o treinador vestia a camisola de um campeão que vai partir para a Polónia, até que surge na pantalha o momento sublime da tarde: perdido algures na assistência, o grande capitão de Viena, João Pinto, limpava as lágrimas enquanto perpassava pela sua cara o supremo sopro da emulação clubista. [Read more…]

Derrota para o FC do Porto? (II)

Calma, falta o recurso. Despachem-se. Queremos jogar à bola.

Eu também estive lá e vi!

Sim Francisco, o Paulo Fonseca é um treinador muito fraco. Não podemos acertar sempre! Mas esse vídeo que partilhas e ao qual o seu criador chama “O maior roubo da história do futebol” é no mínimo uma brincadeira de crianças à beira deste que agora te trago e que com certeza te lembrarás. O árbitro? O incontornável João Ferreira. E mesmo com a arbitragem escandalosa, a mais escandalosa que alguma vez vi, a melhor equipa em campo ganhou. Eu estive lá e vi! E não me lembro de ver comentários do Jorge Jesus sobre o sucedido 🙂

E quanto a futebol

ricardoseleccaopreconvocatoria

A meio deste campeonato a minha decisão é esta. Pinto da Costa que tome a sua.

 

As coisas no devido lugar

Vindo de um benfiquista como o João Gobern, nada mais tenho a acrescentar.

Houve um ligeiro toque

Ricardo, o defesa do Paços de Ferreira:

Houve um ligeiro toque», reconheceu Ricardo à Rádio Renascença, após o encontro.
Face à falta e com James isolado, a expulsão aceita-se. De qualquer forma, o defesa do Paços de Ferreira contesta a marcação de uma grande penalidade. «Houve o toque mas claramente fora da área», concluiu Ricardo.

310183_619685724709480_471346535_n
O resto, esquecendo a dupla Capela & João Ferreira, são desculpas de mau perdedor.

Nem assim

Sujinho, sujinho, sujinho – e a vitória do FCPorto, custou, mas foi limpinha.

Isto não está para rodriguinhos…

O 5LB parte duplamente na frente. Por ter mais dois pontos e ter um árbitro que além de adepto do clube da freguesia da Luz, vai querer emendar a mão e beneficiar os seus. Por isso, repito, isto não está para rodriguinhos nem falinhas mansas. Vamos ter de ser mais fortes, mais ambiciosos e ter mais amor à camisola. Só assim se poderá afirmar: Somos Porto.

FCPorto – Até os comemos from SpinFilmesPortugal on Vimeo.

Briooooooosa! Momento duplo de felicidade

Primeiro pela Académica, que volta a fazer Taça. E depois pelo FC. Porto, que tem oportunidade de se livrar já do Vítor Pereira. Ainda o bónus de gozar com os fanáticos benfiquistas que insistem em chamar à Académica Porto B. Académica é A, sempre A e C de Coimbra.

Claro que também se pode teorizar sobre como a Académica ganha uma eliminatória correndo o risco de perder o treinador, mas agora só me interessa a próxima eliminatória. Ao Jamor, e vingar 1969 em 2012. Vamos a isso.

Jogo Cinzento e Desinspirado Do FCPorto

Dois jogos fora, duas derrotas.

Não estamos habituados a isto. Jogamos mal e perdemos bem.

E não vale a pena dizer que é por falta de Falcão.

É só por falta de qualidade. Da equipa do ano passado, só muda um atacante e um treinador. As ilações não são difíceis de tirar.

Numa exibição paupérrima, onde não criamos uma oportunidade de golo, tivemos a sorte de arrancar um pénalti, empatamos, e deixamos logo no minuto seguinte, que num contra-ataque  ficassemos a perder de novo.

É a primeira vez que uma equipa Portuguesa perde com uma Cipriota.

Nada está ainda perdido, mas pouco falta. Por este andar ainda vamos parar de novo à Liga Europa.

A viagem à Ucrania ditará tudo.

F.C.Porto Campeão, seja qual for a modalidade

Não importa de que modalidade falemos, quando falamos do FCPorto, falamos de troféus conquistados.

Desta vez falo de Basquetebol, como antes falei de Hóquei, Bilhar ou Andebol, e noutras alturas do muito mais mediático Futebol.

Em Vagos, o CAB Madeira veio defrontar o FCPorto para apurar o vencedor da Supertaça de Basquetebol.

Com naturalidade os portistas venceram por 76-62, sendo este o primeiro trféu da presente época.

Académica-Porto, dramas existenciais à beira do paradoxo

À 7ª jornada a Académica tem um complicado drama existencial: se ganha, arrisca-se a perder o treinador. E não me parece que ficar com o Vítor Pereira em troca seja boa ideia. O FCP tem outro: se ganha arrisca-se a continuar com o mesmo treinador, o que se demonstra jogo após jogo ser uma péssima ideia.

Isto não me facilita nada a vida, que sou da Académica desde pequenino e do Porto depois de grandinho, e pese embora normalmente duas vezes por ano a força do primeiro amor, hoje, está decidido, nem o relato ouço, lá perde a minha RUC dos mais facciosos e brilhantes relatos da rádio portuguesa* um ouvinte.

* e onde não é habito escutar-se aquele pleonasmo tantas vezes repetido de “Académica de Coimbra”. Entre outras coisas, em Viseu há, ou houve, um Académico, o que não é bem a mesma coisa.

Ao pessoal do esselebê que anda muito excitado nas últimas 24 horas

Eu compreendo: quem ganha campeonatos nos túneis e os perde humilhado em campo está condenado à excitaçãozinha. Vender um treinador por 15 milhões, além do contributo para a balança de exportações, não está ao alcance de qualquer um.

Já agora, porque será que o Jesus não tem mercado (e bem precisais, mas no vosso caso não é pelo dinheiro)?

É pena que este ano não nos encontremos já na Supertaça. E é significativo que quem há um ano gozava com a escolha de André Villas-Boas para treinador do FC Porto (numa coisa tinham razão, só se aguentou um ano), tente agora curar a azia permanente desta forma. O André que se divirta na Pérfida Albion, espero que ganhe pelo menos uma taça. O Vítor Pereira já conhece a casa, sabe o que tem a fazer, espero que tenha uma boa cláusula de rescisão no contrato. Para o ano vai ser precisa.

Actualização: Já se sabe quanto vai um clube qualquer pagar para o ano pelo Vítor Pereira – 18 milhões. Acho pouco. 2o milhões sempre era um número mais redondo.

Marquem na agenda: 26 de agosto há futebol

A abrir a temporada, promete ser o jogo do ano: Barcelona e FC Porto, as duas equipas que melhor futebol jogam na Europa, encontram-se no Mónaco.

Como já escrevi, no dia seguinte os jornais vão ter no cabeçalho

Villas-Boas vinga Mourinho

Sim, é uma profecia.

Foi um Sofrimento, mas o Que Fica para a História é a Passagem aos Oitavos de Final

Depois de um começo calmo e cauteloso, o Sevilha fez o FCPorto passar por muitos maus bocados, sofrendo a bom sofrer até ao final.
Numa situação normal, a bola à trave e os muitos remates que o guarda-redes defendeu brilhantemente, teriam sido transformados em golo.
Numa situação normal, Hulk teria brilhado mais do que o fez esta tarde/noite.
Numa situação normal, Álvaro Pereira não teria sido expulso, com vermelho directo, logo após ficarmos a perder por um a zero, com golo de Fabiano (ex-jogador do Porto).
Perdemos o jogo, é certo, mas ganhamos a eliminatória, e isso é que, no final, conta. Com este resultado, seguimos em frente.
Esta é a terceira derrota da época, e o nosso próximo adversário será o CSKA de Moscovo, já no próximo mês de Março.
A nona vitória está a dois jogos de distância, podendo até chegar à décima, o que seria mais um record deste FCPorto e de Villas-Boas.

O estado da arte em Portugal

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/h9zsaozB7IZdr3YgFrkG/mov/1&color=0x4e00ff&frame=ROUND

Varela, Hulk, Calcanhar, James. Chapéu. Golo.

Meias Finais da Taça de Portugal de Futebol

Nos primeiros de Fevereiro, perspectiva-se um derby nortenho para as meias finais da Taça de Portugal.
O Rio Ave, que em princípio vencerá com tranquilidade o seu adversário em 26 de Janeiro, no jogo em atraso dos quartos de final de Taça, deverá ser o adversário do melhor clube de futebol nacional do momento e um dos melhores do mundo (quiçá da Europa).
Isto, claro, se no próprio dia do jogo de Janeiro não houver nenhum jogador do clube do Norte a ser comprado pelo clube do sul assinando um contrato à luz de um lampião apagado, e por essa razão ficar impedido de jogar naquele dia, o que facilitaria a que o Rio Ave pudesse perder. Depois, e se por um acaso da sorte ou do azar o Rio Ave não ganhasse o jogo, seria só de esperar que no dia 1 ou 2 de Fevereiro, não acontecesse o mesmo a Hulk ou Falcão ou mesmo a Helton.
Isto do futebol nacional, é complicado … e difícil! Veja-se o que vai acontecendo aos lagartos, coitados, por quem eu tenho um respeito e consideração enormes!
.

Chove e Venta, e as Telham Voam

MAU TEMPO NO MEU CANAL

.Acordo sobressaltado. Um estrondo enorme tinha sido o responsável por isso. Eram quatro da madrugada de uma noite que se transformou em pesadelo.

A chuva, imensa, entrava com o à vontade de quem se sente da casa, pelo telhado sem telhas. Eu via-a entrar, sem cerimónia. Estranho, dei por mim a pensar, entra como se o meu quarto não tivesse teto. E não tinha, fazia agora parte do chão, dos móveis, da parte esquerda da cama.
Corro a pegar em baldes, na esfregona, em toalhas e panos de cozinha, e começo a tentar tirar a água, que está por todo o lado, mais depressa do que ela entra.
Enquanto luto contra o tempo (os minutos e a intempérie), vou-me lembrando dos últimos acontecimentos.
Horas antes os “gajos”, uns senhores diga-se de passagem, chegaram a um acordo. Acordaram em nos encharcar a vida com dificuldades. [Read more…]

Piu piu contra Pum!Pum!Pum!

E ao fim de duas jornadas são seis os pontos de avanço. Não sei o que nos dá mais alegrias, se os nossos golos ou os frangos deles

Os Golos:

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/pOn6uCntIHLU8KAmAJiH/mov/1 [Read more…]

Faltam 427 dias para o Fim do Mundo:

No dia em que o Aventar recebeu o visitante número 300 mil e quando faltam poucos dias para celebrar o primeiro aniversário do Aventar, joga-se mais um clássico da Liga enquanto Mourinho soma e segue.

Entretanto, aqui para os meus lados, o eterno rio Douro fez das suas e galgou as margens, dando continuidade a estes dias de mau tempo (não sei se sabem mas ainda estamos no Inverno…). Até as cegonhas são desalojadas por estes dias. No Chile afirma-se uma grande liderança e faz-se a análise de um terremoto assustador e na vizinha Espanha a luta contra a ETA soma mais uma vitória.

Uma pausa no clássico para dizer adeus a Marcelo ou será antes: até já, no congresso??? Os Estados, em especial os políticos, querem controlar as televisões. Amanhã vão querer colocar os dedos nos blogues e semear “Abrantes” por tudo quanto é sítio…

Por fim, a entrevista de Passos Coelho ao DN onde afirma algo que é tão óbvio que nem precisa de grandes discussões:”Só com novo PGR se recupera a credibilidade da justiça“. Ora nem mais.

Trinta pénaltis

Ao fim de trinta pénaltis alguém pode dizer que ganhou o jogo?

Calúnia

.
NÃO SE ADMITE
.a bola
Coitado do jornal «A Bola».
Imaginem que os jogadores do clube campeão Nacional, resolveram cortar relações com esses senhores. Não os querem ver nem pintados e ouvir, nem por sombras. E tudo porque os senhores que se dizem jornalistas e escrevem nesse jornal, escreveram ontem coisas que deverão ser calúnias. Assim, com este corte de relações, o jornal vai perder vendas e ainda acaba falido.
Na realidade não acredito que pessoas tão isentas como o serão por certo esses jornalistas, tenham escrito coisas, falseando a verdade. Os jogadores do clube azul e branco, deverão estar enganados. Os acontecimentos narrados terão sido mal interpretados pelos jogadores e bem descritos pelos jornalistas. Só pode ser! Os jornalistas são pessoas correctas e os jogadores uns mentirosos que só querem limpar o seu nome.
De qualquer forma, e por via de dúvidas, não vou mais comprar esse jornal, o que me não fará diferença alguma já que nunca o fiz. Esse tipo de jornais, não entra, por norma, nos meus hábitos literários.

.