Coitados dos juízes, ainda bem que os partidos os defendem

Segundo o Correio da Manhã e confirmado pela TSF, o parlamento aprovou esta sexta-feira por unanimidade uma proposta do PCP que elimina a possibilidade das pensões dos magistrados jubilados serem alvo de contribuições extraordinárias, como as incluídas no orçamento.

Continuar a ler no porquemedizem sobre esta melhoria orçamental trazida pelo PCP e para a qual todos os outros partidos também tinham propostas.

Comments

  1. Não encontro justificação para isto. No reddit dizem-me que é devido ao enorme poder que os magistrados detêm, mas será mesmo?
    Em todo o caso parece-me qualquer coisa imoral.

    • jorge fliscorno says:

      Não faço ideia quanto às razões. Parece-me injusto que o esforço para taparmos o buraco não seja repartido por todos, independentemente da profissão e do sector (público ou privado).
      Mas o precedente não é de agora, já que havia o subsídio para a casa, à volta de 700 euros mensais, completamente isento de impostos. Não sei se isso já terá sido mudado.

  2. MAGRIÇO says:

    É imoral, completamente despropositado e incompreensível vindo de um partido que tanto fala na necessidade de distribuir sacrifícios.

  3. Carlos says:

    A proposta do PCP, só pode ter efeito prático, se for publicada sob a forma de Lei. E, se assim for, temos que pressionar o Presidente da República, para a mandar para o Tribunal Constitucional, onde nunca deveria passar. Mas, se passasse, ficava a constituir mais uma prova de que… – toda a gente sabe o que estou a querer dizer.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.