Eu considero surreal é que Marinho Pinto se indigne por causa de quem fez as buscas

Marinho Pinto considera surreal ser a GNR a fazer buscas na Madeira

Porque o problema não é quem faz as buscas mas a necessidade delas existirem. E sobre isso, nem piu.

Comments

  1. MAGRIÇO says:

    Ao contrário da opinião generalizada, eu gosto de Marinho Pinto! Reconheço-lhe alguns excessos de linguagem, mas prefiro-o aos que pecam por defeito de verbo. Com poucas excepções, os Bastonários são quase sempre da “situação”, a sua condição, mesmo residual, de corporativistas impede-os de tomarem posição contra o estado das coisas, aceitando tudo sem contestação segundo o princípio do facto consumado. Este país precisa muito de quem se indigne porque quem se acomode já há demais. No entanto, concordo completamente com o conteúdo do texto e subscrevo-o sem hesitar.

  2. Lucino Preza says:

    Este é dos tais que agarra o touro pelos cornos. As suas intervenções podem não agradar a diversas classes nomeadamente, a alguns advogados e juízes, mas que, sendo muito caústico por vezes nas suas intervenções, tem-nos muito bem implementados no sítio. Para mim, mete o PGR numa jaula pois, este senhor não tem categoria para exercer o cargo que desempenha por defender muita gente que deveria estar no “chilindró”.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.