Desporto em Portugal – finalmente!

Há duas vantagens na pontaria do Bruno Alves. Não, não estava a pensar nas questões traumáticas dos adversários.

A primeira vantagem é a possibilidade de ler o que se escreve no Record. A ser verdade, nem encontro palavras para descrever.

A segunda e verdadeiramente importante é a possibilidade, nova, do país se voltar para o que o Ministério da Educação se prepara para fazer com a Educação Física e com o Desporto Escolar. O Miguel explica.

Comments

  1. João Paulo says:

    O Record, na edição online, acaba de pedir desculpas pelo erro: http://www.record.xl.pt/Futebol/Internacional/euro2012/grupob_portugal/interior.aspx?content_id=764798

    • Armindo de Vasconcelos says:

      Resposta de mau pagador!

      Todos utilizamos corrector ortográfico, e a pressa não desculpa nada sobre a mentira que o Record acaba de dar. Afinal, não são só os políticos que nos intrujam, também os jornais o fazem, insultando impunemente a nossa inteligência.

      Ou como dizer: pior a emenda que o soneto!!!

  2. maria celeste ramos says:

    Promover a atividade física na escola e fora dela é um imperativo nacional que não pode estar dependente de governações a prazo.
    Não há Educação sem Educação Física.
    COPIEI estas frases (mcor) que resumem o que diz quem a escreveu por estar totalmente de acordo – acho mesmo que deveria haver ainda mais disciplinas extra-curriculares como tive em menina e me deram “formação” (a raparigas e rapazes) e mesmo alegria de ser e de viver e eram talvez mesmo base preparatória e sustentáculo para que todas as outras disciplinas fossem sentidas como natural e mais fáceis e não como hoje, vistas como “xatice” e se desprezasse a matemática e sobretudo se se achasse difícil a ponto de haver muitos alunos que fazem estudos em áreas que não gostam mas pelas quais optam para FUGIR à terrivel matemática que é, afinal, a “educação fisica da nossa dimensão cognitiva” e mesmo memória – sem ginástica mental empina-se hoje para não perceber que se esquece amanhã e que conduz ao não desenvolvimento da inteligência mas apenas da opoinião (ou bocas) como muitas que se l_eem neste blog – E sem começar pela “educação” do nosso corpo físico e do seu bem estar e saúde, restam as pizas e a gordura mórbida que do corpo engendra a mente ++ etc- além de nem se ser capz de andar a pé porque o papá leva o menino de carro para a escola em vez de ir a p+e ou de transporte público e correr para o não perder na hora – Crato é um desastre quem sabe bem pior do que quem o antecedeu – a ministra Lurdes que culminou com a total incapacidade do ministério da educação que não sabe o que que ensinar e educar são coisas diferentes — mas os professores não estarão isentos de “culpa” – Fazer exercício físico atrevés da “educação física” (que eu fiz mas dança clássica e tradicional e não ginástia mas era o que se fazia) é tão importantemente básico como aprender a ler e a escrever – é a “manifestação” do corpo e dos seus limites e capacidades e que a inércia resiltante do uso excessivo do computador e telemóvel impede libertar para a base do desenvolvimento de alguém que é o exercício físico – se calhar até se anda de “cadeirinha” – até acrescentaria outra actividade escolar obrigatória como o “canto coral” que fiz mesmo na universidade” que me fez bem por todas as razões pelo menos para não flar chhh e engasgar e enganar na sílaba tónica – faces complementares da educação física já que o CORPO e todas as suas variáveis devem merecer a atenção para além da forma que se exibe – mens sana in corpore sano – é muita coisa e embora haja sempre parvalhões, haveria com certeza menos porque do que falo leva-nos a educar até o espírito e não apenas a cabeça e tronco e membros – e o desporto como se faz e quem o faz e como se leva quem quer que seja ao desporto até ao indice máximo de ser ser atleta nacional e mesmo olímpico – se não se teve em menino educação física embora que não seja com o único fim de ser “olimpico” ou bailarino clássico ? – etc – sem educação física nem se sabe que temos um corpo de infinita riqueza – corpo que até “educa a mente” ?? etc etc

  3. pois aqui na escola desporto escolar é futebol desde janeiro a junho, excepto quando chove e este ano não choveu
    para as meninas há um campo de basquetrebol

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.