António Borges falou e disse

Azares de Verão: ouvir da boca de Marcelo Rebelo de Sousa que a entrevista de António Goldman Borges Sachs  é a melhor defesa feita do governo ainda em funções.

Elogio mais subtilmente homicida não há. Nem é por ali estar todo um outro programa, de canalhice puramente sexual ao sabor das elites. Tinha lido a coisa, sublinhado umas citações, pensando comentá-las. Depois de em directo na TVI o herdeiro de Baltazar executar a vítima, arrastando mais onze ministros atrás, fico-me pelas citações e pouco mais. A rigor, foi mesmo suicídio, façam o vosso julgamento:

  • convém lembrar que, em Portugal, nos últimos anos, subiram-se os ordenados da função pública muito mais do que no sector privado.” – erro do jornalista, ele disse nos últimos anos do século passado.
  • No final deste ano, a nossa conta corrente com o estrangeiro já estará equilibrada” – António, o desequilibrado mental.
  • As pessoas começaram a poupar mais, em particular em artigos de luxo, automóveis.” – é mesmo por isso que a Mercedes, perdão, a Peugeot quer fechar uma fábrica.
  • Nunca disse, nem poderia dizer, que é do interesse do país ter salários baixos.” – esclerose?
  • Precisamos de uma reforma profunda do sector público que nos permita pagar melhor aos funcionários públicos.” – de nomeação política, entenda-se
  • é que nos últimos dez anos a FP foi muito privilegiada em relação ao sector privado” – ele não estava cá mas contaram-lhe
  • “há uma hostilidade política contra os bancos, como por exemplo, se verificou agora em Inglaterra com o caso Barclays.” – tadinhos.
  • “O que se passou é que há um sistema a funcionar facilmente manipulável e, em determinada altura, o Barclays entrou nesse jogo e foi obrigado a admiti-lo.” – isto de ser o homem da Goldman Sachs em Portugal é complicado. Entre a criminalidade organizada internacional somos uns para os outros, pensa o António Borges com o seus milhões.

Comments

  1. Amadeu says:

    Vão ver.
    O homúnculo anda a trabalhar para ser 1º ministro dum governo de salvação nacional (salvo seja).

  2. Lagartices says:

    “E essa confiança não tem nada de irreal, pois vivi a crise de 83/85 e vi a rapidez com que o país se ajustou.”
    Esse maravilhoso ajustamento não terá nada a ver com a entrada de Portugal na CEE em 1986?


  3. Um vintêm é sempre um vintêm assim como um cretino será sempre um cretino. É pena que o jornalista que o entrevistou se sinta ainda mais cretino. É que é difícil ultrapassar o entrevistado nessa virtude.

  4. maria celeste ramos says:

    É que é difícil ultrapassar o entrevistado nessa virtude ???? MAs no FMI não era uma sumidade ?? (parece que todos que vão lá “fora” e ao chegar aqui cretinizam ??


  5. Não da para guilhotinar estes filhos da puta?

  6. vitor monteiro says:

    a entrevista de borges vem confirmar que o pais esta nas maos de salazaristas bafientos e das familias que chularam este pais nesses anos de terror,quanto aos sallarios da dafunçao foram sempre as cobaias dps governos para depois justificar o ataque aos trab.do sector privado,a luta e amesma por isso desemganem se porque publicos e privados estao unidos contra o roubo dos salarios,das pensoes,das ferias ,das horas extras,dos feriados,dos abonos familia,dos subs desmp etc porque a kuta continua nas empresas e nas ruas

    • metalurge says:

      Está muito mais para além disso. Para ficar ilucidado vá á net e veja ZEITGEIST, ENDGAME, ILLUMINATI, MAÇONARIA, NEW WORLD ORDER, GRUPO BILDERBERG, VATICANO entre tantos outros. Basta clicar e tirar as suas conclusões. INFORME-SE e veja se não é o que se está a passar no mundo.

  7. metalurge says:

    Para todos os comentadores:
    Não oiçam e vejam só os nossos journais e canais de informação, ou melhor DESINFORMAÇÂO. Passam as mesmas notícias durante dias.
    Não é á toa que o Pinto Balsemão (que é o dono dos mídia em portugal), vai todos os anos ás reuniões do grupo bilderberg e leva consigo journalistas, políticos, consultores, banqueiros, etc.
    Até há na net a lista dos participantes dessas reuniões. VEJAM… E PASSEM MENSAGEM

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.