Volta a Portugal em Bicicleta

5.ª Edição Cadetes, 2012, Roriz-Monte da Franqueira (Barcelos).

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Que lindos são estes gloriosos malucos – que lindas as suas cores e até os capacetes cheios de buraquinhos para arejar as cabeças – e pensar que o grande Agostinho morreu numa corrida no algarve porque caíu e não tinha o raio do capacete e teve um traumatismo craneano – ficou o simbolo da generosidade e solidariedade pois que no TOUR parava sempre que um colega não importa de que país se caía ele parava para o ajudar e tanto que até no TOUR deste ano não sei onde há uma estátua de Agostinho para que não seja esquecido e o locutor-relactor expicou isso

  2. maria celeste ramos says:

    E estes fabulosos muros de pedra solta de granito que já ninguém faz nem sabe fazer – as artes vão-se perdendo – a segurar taludes e dixando as juntas “soltas” para que a terra que segura não enxarque e não alua como agora sucede constantemente – como afinal os muros do Douro Vinhateiro – a arte das mãos dos homens e a inteligência dialogante com o local e materiais e o coroamento dos muros altos ou baixos têm o coroamento ou de “pescoço de cavalo” ou arredondado com este mais baixo ou, ainda, com pedar lageadas e pequenas a fazer desenhos lindos – nem sei se algum resiste – muros que, igualmente se usa para dividir culturas ou propriedades e que os caçadores deafazem para andar por aí a caçar e não repoem – Interessante porque um grupo de malucos de várias nacionalidades que se instalou na Serra do Algarve para fazer “permacultura” também fazem muretes assim limpando, como se fazia, o terreno das pedras e limpando a terra e dando novo uso às pedras e “ordenando” os espaços com beleza e inteligência – LER as paisagens

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.