Portugal Low Cost

 
 
Está tudo em saldo! Elas são as lojas low cost, as padarias low cost (abertas das 6: 30 h às 22h, padinhas a 0,08 € e café a 0,40€), viagens low cost, as livrarias low cost (vi bem: livros a 0,75 €). Ganham com a crise. Ganham à custa da pobreza dos portugueses.
É o país em saldo, ao desbarato. É triste.
 

Tretas politicóides: a História como morte da crise

Descubro, por acaso, uma pergunta de António Sérgio, escrita em 1915: “Quando nos convenceremos de que se cria, avigora, triunfaliza um povo, não por uma colectiva recordação do passado, mas por uma aspiração comum para o futuro?”

Nesse vácuo palavroso que é o discurso político, é frequente ouvir a mediocridade governante usar o passado glorioso do povo português como garantia de que saberemos, porque sempre soubemos, ultrapassar mais este obstáculo, mais aquela crise, como dignos descendentes que somos de todos os que dobraram bojadores ou descobriram outros mundos. [Read more…]

153 mil pessoas ganham até 310 euros/mês

“O número de portugueses com salário abaixo de 310 euros aumentou 9,4% face a 2011”.

O Diário de Notícias lembra que o limiar da pobreza, calculada pelo INE para 2010, foi colocado nos 421 euros por mês.

São 153 mil pessoas que trabalham, mas são pobres. Ganham bastante abaixo daquele valor limite. Mas há muitos mais trabalhadores nesta situação…

Mais de metade dos trabalhadores jovens portugueses têm contrato a prazo

É evidente que o motivo da pouca eficiência do trabalho são as leis demasiado protectoras do trabalhador. </sarcasmo>

Acto de Fuga

Acabei de ler uma passagem de Últimas Notícias do Sul de Luis Sepúlveda que mostra como os escritores são óptimos agentes turísticos!! Garentem-nos viagens a baixo preço, de grande qualidade e a lugares paradisíacos, mas sem sair de casa!
Quando lemos ou escrevemos realizamos um ato de fuga, a mais pura e legítima das evasões. Dela saímos mais fortes, renovados e talvez melhores. No fundo, apesar de tantas teorias literárias, os escritores são como aqueles personagens do cinema mudo que escondiam uma lima num bolo e, assim, o preso conseguia cortar as grades da cela. Proporcionamos fugas temporais.
Que sirva este livro (ou outro) como uma boa dica para este verão!

Cuidado com o dono do cão

«Cuidado com o cão»; «cuidado cão bravo»; «cuidado cão feroz Pit Bull»; «Beware of the dog enter at your own risk».

Vemos estas inscrições nos portões das casas. Algumas nem cão têm, mas dar a entender que ali há um, pode assustar eventuais larápios e afins… Um cão mete respeito.

Só num mês soube-se de três casos, dois deles fatais (a senhora de 71 anos do Faial e a menina de 20 meses no Porto).

Há que prevenir o próximo ataque!

Há que responsabilizar os donos destes cães perigosos e «potencilamente perigosos»!

Do que é que se está à espera?

Alavancagem

i) Se tiver 10 000€

ii) Pode dar esses 10 000€ como entrada para uma casa que valha 100 000€

iii) Se o valor da casa subir para 110 000€, então o seu lucro será 10 000€, ou seja 100%.

[Read more…]