Nada de confusões!

Esta medalha apenas a eles pertence.  Não venham agora Belém e S. Bento trincar prata alheia., pois apenas poderão reivindicar os eternamente esperados resultados da bola, aliás pré-pagos com biliões em betões e outras habilidades em que o regime se especializou.

Estes rapazes sobem ao podium por único e exclusivo mérito próprio e de quem os treina. Os sacrifícios serão sempre muitos e  apenas poderão contar consigo mesmos e com as respectivas famílias.

Para cada português, existem nove alemães, trinta americanos, outros tantos russos, cem indianos e duzentos chineses. Vivemos num mundo de “desportistas amadores”, onde a nacionalidade lhes garante pingues dádivas bastante profissionais. Estados Unidos, Rússia, China e Alemanha – entre muitos outros -, desde sempre investiram no desporto por questões relativas ao prestígio internacional e também, há que dizê-lo, como forma de escape para possíveis tensões sociais e prevenção de problemas de saúde pública. Em Portugal, o esquema vigente ficou-se pela bola e agora estamos precisamente naquele ponto a que inevitavelmente chegámos e de onde parece difícil obtermos algo mais.

Bem vistas as coisas, a subida da “verde-tinto” ao mastro, parece ser um escusado e abusivo oportunismo…

Curiosity, o Prazer de Explorar

A saga iniciada pelo rover Curiosity, na cratera Gale, Marte, promete larga excitação na nossa Espécie, em razão do que será possível apurar quanto à composição dos solos e à putativa confirmação de vida em Marte, a coisa mais natural e habitual do Universo, estou convencido. Não percebo o que há a temer na exploração do Sistema Solar. Do alto do seu laicismo, muitos há que alimentam tabus apocalípticos da mesma maneira outros, religiosos, há poucos séculos ainda, temiam a concorrência por parte da Ciência ao corpus de supostas inquestionabilidades da Fé, como se mesmo os conceitos de divindade e criação, precisamente graças à Ciência, não fossem passíveis de alargamento e enriquecimento. Quando a ciência é rara, haja pelo menos sabedoria.

No Internet Archive…

Mais de um milhão de filmes, músicas e livros, para fazer o download usando o seu cliente de bittorrent favorito.

SCP vs SCP – Os predadores e a força do dinheiro

SCP VS SCP – Ou a Batalha Perdida (?) pelo Sport Clube do Porto nos Tribunais Nacionais
 
Em Portugal, para um clube ser filiado nas Federações de Remo e de Canoagem, NÃO necessita de possuir uma única embarcação ou sequer um posto náutico. Quanto valem estas modalidades?
Que se saiba, Benfica e Sporting não têm estruturas nem formação específica, mas, para singrarem e “terem algum valor” nas respectivas modalidades, compram canoístas, judocas, remadores e triatletas.
São os maiores!
Entretanto os nossos atletas presentes nas olimpíadas, conquistaram uma medalha de prata em K2 masculino.
Querem agora ser atletas do Sporting.

Medalha de ouro para a Canoagem

Fernando Pimenta e Emanuel Silva ganharam a medalha de Ouro para Portugal.

Quer dizer, não ganharam porque realmente só ganharam a de Prata, mas o trabalho e o esforço são de ouro. E a capacidade de olhar para o que não se fez bem foi verdadeiramente espantosa!

Obrigado por estes momentos. E que grande mergulho o Emanuel deu!

Caça, feudalismo e Parque Natural

Anthocharis euphenoides

Anthocharis euphenoides

Mário Martins – Trepadeira Azul

Em 2000,após a aposentação, fixei-me no magnífico Vale do Mondego – Parque Natural da Serra da Estrela – REDE NATURA 2000, seduzido também pelo excepcional clima.
Desde sempre apaixonado pelo estudo e preservação da natureza, inicio, ajudado por dezenas de especialistas voluntários, a recolha da fauna e flora da região, em fotografia e vídeo.
Há mesmo uma reportagem feita por Luís Henrique Pereira para a RTP já emitida mais de uma dezena de vezes.
Logo surgiram espécies não dadas para esta zona ou mesmo não estudadas. Algumas ainda não foram identificadas nem sequer com o apoio de universidades estrangeiras.
Tudo isto levou a, internacionalmente, escolher este espaço para a realização de EUROPEAN MOTH NIGHTS – Noites Europeias de Borboletas Nocturnas.
Sem surpresa foi este o local onde foram registadas mais espécies e algumas com mais de 30 indivíduos numa só noite.
O espaço tem estado aberto a visitas de alunos das escolas e outras. (Tudo gratuitamente).
Depressa nos apercebemos que a preservação da natureza, mesmo dentro de um parque natural e Rede Natura 2000, colidia com os interesses instalados de alguns caciquelhos, construções em Reserva Agrícola, Reserva Ecológica, Domínio Público, Domínio Hídrico ou todos ao mesmo tempo mas também, e sobretudo, com os senhores da caça. [Read more…]

Joana d’Arc

A presente unidade é leccionada no 8.º ano, embora em teoria faça parte do programa do 7.º ano. Aqui é abordada a crise do séc. XIV em Portugal e na Europa e a famosa trilogia fomes – pestes – guerras.
Uma dessas guerras, provavelmente a mais mortífera do séc. XIV, foi a Guerra dos Cem Anos entre Inglaterra e França. É aqui que se enquadra Joana d’Arc, a Donzela de Orleans que deu um contributo decisivo para as pretensões francesas.
O cinema já narrou por diversas vezes a vida de Joana d’Arc e várias dessas versões estão integralmente disponíveis na net. É o caso do filme mudo de 1928 realizado por Carl Dreyer. É também o caso do filme de 1948, realizado por Victor Fleming. E do filme de 1999 de Christian Duguay. Ou do filme de Luc Besson, com Mila Jovovich como protagonista.

Da série Filmes para o 8.º ano de História
Unidade 4.3. – Crises e Revolução no séc. XIV

O Comboio Amarelo em Couto de Cambeses

O comboio que passa 50 vezes por dia entre Braga e o Porto. Couto de Cambeses, 2012.