A greve geral

Hoje é dia de greve geral da função pública e dos transportes. Todos os anos há, pelo menos, uma. Estava aqui a pensar quando é que terá sido a greve convocada para que os do privado passassem a ter ADSE e semana de 35 horas. Alguém me pode mandar a convocatória para que eu constate o que perdi por não ter aderido a essa greve? Agradecido.

Comments

  1. antónio oliveira says:

    . ” Todos os anos há, pelo menos, uma.” . E todos os anos o “piolho” vai trabalhar pois, esteja a favor ou contra, ele não tem outro remédio.

  2. Eva Garcia says:

    Já cá faltava a provocaçãozinha! d
    Mas afinal onde é que na Lei da Greve há algum artigo que te proíba de a fazer?


  3. Com a precariedade e o desemprego que há por aí, quase todo o “privado” pensa sempre várias vezes antes de fazer greve. A probabilidade de, no dia seguinte ou na melhor das hipóteses, no fim do contracto, estar na rua, é grande e acredito que a maioria das pessoas não gosta de bater à porta do Banco Alimentar. É também assim que vai a liberdade.

    • Maquiavel says:

      É esse o erro: de pensar que por näo fazerem greve ficam imunes a “no dia seguinte ou na melhor das hipóteses, no fim do contracto, estar na rua”.


      • Não é bem isso. Se não fizerem não sabem bem como será o futuro, mas se fizerem muitos sabem à partida que dizem logo adeus ao emprego. É uma chantagem do caraças… E quem tem o direito de dizer aos outros para serem heróis?

  4. Miguel says:

    Acho que já há anos que o privado não faz greve.

  5. Jose antónio says:

    Os habituais fazem greve, e os outros também habituais ladrão.
    Sempre foi assim e vai continuar a ser.
    Olha Fliscorno, é bom que a vida sempre te vá sorrindo.

  6. João Paulo says:

    Ora aqui está um argumento fantástico. Para ti valia a pena lutar para que todos fiquem pior. Uns trabalham x outros trabalham x + y – a tua proposta é que se lute para que… É uma argumentação tão sólida e tão interessante que fico sem palavras…
    JP

    • jorge fliscorno says:

      «Para ti valia a pena lutar para que todos fiquem pior.»

      Onde é que leste isso? Não o disse nem por entre linhas. Lê lá outra vez o post com olhos de ler.

  7. nightwishpt says:

    Lutar, lutar, mas só pelo meu cuzinho.

    • jorge fliscorno says:

      Pois, pois, eu até posso lutar pelo cuzinho dos outros. E pelo meu, quando é que é a minha vez?

      • Maquiavel says:

        Quando quiseres. Alguém to proíbe?
        Quem quer benefícios que lute por eles.
        Quando é que foi a última vez que fizeste greve para “ter ADSE e semana de 35 horas”? Ou és pau mandado que precisas de convocatórias alheias?

        • jorge fliscorno says:

          Proibir, não proíbe. Olha, até já fui sindicalizado. E no entanto, nunca vi uma convocatória para meter os do privado com as mesmas regalias do público (as que refiro no post, entenda-se).

  8. joao says:

    Calhando, ainda acaba a ADSE.

    E as 35 horas semanais de trabalho por se ser despedido.

    Assim sendo, e de acordo com o texto, deixará de fazer sentido qualquer greve.

    Quanto à convocatória que agradeces que te enviem, olha, é já a seguir.

  9. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Esta conversa é triste – há sempre uns parvalhões de moral de igreja bolorenta – quem serão ?? Filhos de quem ?? ou já nem isso ??? E como educarão seus filhos se é que não são tão estéreis no corpo como nas palavras ??

  10. maria celeste d'oliveira ramos says:

    País sem lei nem pricípios nem gente – só predadores e seus acólitos – se calhar ajudaram à missa em pequeninos – agora a missa é outra – é a vida dos homnes bons que tantos andam a avacalhar – Ah la vache – conheci tantos pobres felizes – hoje nem preciso de ir ao Cais do Sodré – infectam o aventar – esses bocas têm a boca cheia de quê ??

  11. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Se não se faz greve faz-se o quê ?? quem encontra alternativa ?? Pode-se viver com pouco pão mas sem dignidade é que não

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.