Está tudo explicado

praxeEsta do coelho pareceu-me de mau gosto. E era: praxistas, o costume; é do hábito. (fonte)

Comments

  1. nightwishpt says:

    Muito pelo contrário, de mau gosto é dizer que temos luxos a mais enquanto morre tanta gente.

  2. Maquiavel says:

    “praxistas, o costume; é do hábito”???
    E eu que pensava que o hábito näo fazia o monge.

    Como se näo houvessem “praxistas” (no sentido de quê, “trajados”?) que soubessem que foi Gramsci. Ou está nos estatutos do Partido que näo se pode usar traje académico?

    • Nos meus estatutos está, desde 1969. A soma traje (e quem não quer ser lobo não lhe veste a pele) + exibição de animal morto = praxista, parece-me evidente.
      As pessoas bem vestidas limitaram-se a protestar.

      • Maquiavel says:

        Ah, assim fiquei bem esclarecido.
        Suponho que a malta que provocou a Crise Académica de 1969 e similares eram lobos… contra os vampiros. Está bem.

        Já o Camarada Alberto nunca usou traje…

  3. Concordo, foi um protesto ao nível das praxes. E assim não serve para nada.

  4. Discordo Sarisa. Serve para mostrar mais um setor ou grupo de indivíduos a quem a crise e os “pobrezinhos” tanto convém, como motor de promoção política ou outra, coletiva ou individual. Iniciativas assim, vindas tipicamente de uns “meninos” e “meninas” que nunca souberam o significado da palavra privação, e que vêm agora “indignados” e com a pose de quem detém o monopólio da compaixão, cheios de pena de quem se vê apertado e aflito nestes dias difíceis, abundam infelizmente no seio medíatico, político e – pasme-se – estudantil!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.