Eu, por minha onrra

Decláru k n tragu kk tlm para o esame.

Agora mais a sério, tenho muita pena que se chegue a este ponto. Que um Ministério pense que faz sentido solicitar uma Declaração de Honra a crianças com 9 anos.

Juro que me apetecia insultar esta gente menor, mas não o vou fazer. Mas é tão complicado resistir a tanta ignorância…

 

5 comentários em “Eu, por minha onrra”

  1. O que se está a passar com estes exames do 4º ano é uma vergonha.

    Leiam-se as instruções para estes exames!

    Se bem entendi, entre tantas outras coisas patéticas como a referida no post, os alunos têm de apresentar o BI ou CC, o que a maioria dos alunos ainda não terá.

    Ou isso ou um cartão com foto. Parece que a foto é essencial. O número interno da escola não chega. Pode ser apresentado o passaporte, parece.

    Mas muitos não terão passaporte, certo?

    Então, perguntei, como é que fica?

    Mesmo com o número interno da escola, o aluno terá de apresentar um qualquer cartão com foto. Parece que se for 1 cartão da escola também não dá.

    Foi dito que cartão poderia ser apresentado, mas aí já tinha entrado em ebulição e não percebi.

    Isto numa escola de agrupamento onde os alunos até fazem o exame na sua escola. São os professores de outros níveis da escola sede a vigiarem as provas. Muitos terão de faltar às suas próprias turmas destes 2 dias.

    O número de pessoal necessário para se cumprirem todos estes requisitos do júri de exames, entre 2 vigilantes efectivos por sala, outros tantos suplentes, pessoal auxiliar, secretariado de exames e os próprios docentes do 1º ciclo é fenomenal!

    Os miúdos têm apenas 5 minutos para preenchimento do cabeçalho de cada um dos 2 cadernos das provas, que, segundo me apercebi, serão bastante similares ao que terá de ser preenchido pelos seus colegas mais velhos noutros exames.

    Esta do assinar o compromisso de honra é só mais uma preciosidade.

    Está tudo louco!!!!

  2. “…é tão complicado resistir a tanta ignorância…”

    Isto não é ignorância. É estupidez ou insanidade mental ou défice cognitivo grave.

  3. Felizmente o meu filho já passou esta fase (prepara-se para os do secundário) e por isso não tenho grandes detalhes sobre isto mas, pelo que vou lendo e ouvindo, fico chocada. Sou completamente a favor dos exames do quarto ano mas não do circo montado. E quanto vale para a nota final, pergunto eu?

    1. No 4º ano a prova final (=exame), vale apenas 25% ou seja, uma palhaçada para um sorriso amarelo, este ano.
      Para o ano é capaz de passar a 30%, como sucedeu no 6º ano.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.