5 comentários em “Quem cedo ganha, mais tarde perde”

  1. E quanto aos milhares de FP postos na rua quando houver tantos FP na imobilidade e reforma natural e /ou compulsiva – quem paga aos “excluídos” e o que contribuem para o que quer que seja e ficam no activo ?’ Por este andar este é um país de velhos e de “dispensados”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.