Isaltino Morais: o -ente não é a -ência

Já sabíamos que qualquer semelhança detectada entre as grafias do -ente e da -ência seria mera coincidência.

A moda, pelos vistos, pegou.

A -ência da Câmara Municipal de Oeiras, como não sabe qual das grafias há-de adoptar, adopta duas. Contudo, o (ex-) -ente, Isaltino Morais, escreve em ortografia portuguesa europeia correcta e escorreita. Em suma, tudo aponta para um grave problema concelhio. Felizmente, tanto quanto sei, há duas câmaras (Covilhã e Caldas da Rainha) que encontraram a solução para este problema.

Isaltino M

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.