O Centro Infantil de Valbom, a Cruz Vermelha e os bibes de 16 euros

DSCF2532
Há coisas que me irritam profundamente. Uma delas é o aproveitamento dos particulares por parte de uma instituição supostamente séria e de solidariedade.
O CIV, infantário das meninas, agora gerido pela Cruz Vermelha Portuguesa, exige, para o próximo ano lectivo, que todas as crianças usem bibe e boné. Tudo a ser comprado no próprio infantário, evidentemente!
Até agora, as crianças usavam batas iguais, adquiridas directamente pelos pais na Feira de Gondomar, à Da. Rosa das batas, ou noutro sítio qualquer. Cada bata custava entre 7,50 e 10 euros, dependendo do modelo e do local de compra. Não me consta que a Da. Rosa e as outras lojas tenham prejuízo.
A Cruz Vermelha vende os bibes a 16 euros cada. Considerando que convém que cada criança tenha no mínimo duas batas e considerando que eu e bastantes outros pais temos lá duas filhas, estou, como dizia o outro: é só fazer as contas. Sinto-me roubada por uma instituição que também me devia proteger.
Depois de consulta do Regulamento Interno, que não referia o uso obrigatório de batas padronizadas, decidimos que não compraríamos. O que foi que a Cruz Vermelha fez? Alterou o Regulamento Interno e agora é obrigatório o uso dos bibes que lá vendem!
Só tenho um comentário, que por acaso é um insulto, a fazer… E, já agora, onde anda a Associação de Pais?

Comments

  1. LUIS COELHO says:

    QUE AS CRIANÇAS ANDEM TODAS DE IGUAL, AGHO MUITO BEM PARA ANULAR POSSIVEIS DIFERENÇAS, DE ESTATUTO ECONÓMICO E OUTROS.
    QUE UMA ENTIDADE DE SOLIDARIEDADE USE ESSA PENALIZAÇÃO ECONÓMICA NESTA FASE DIFICIL PARA A MAIORIA DOS PAIS ACHO IMPRÓPRIO.
    PELOS VISTOS ESTE MUNDO É DOS ESPERTOS.

  2. Nascimento says:

    Mas a CV sempre foi assim na sua existencia.Nesta como noutras…é como A S. casa da Misericórdia, bela frota de automoveis, e luta por poder politico.


  3. E o que acontece às crianças se não levarem o bibe de 16 euros? São expulsas do infantário?


    • Certamente não acontecerá nada. Aliás, se todos os pais recusassem comprar as batas, gostava de saber como resolveriam. A questão aqui é que não quero, como nenhuns pais querem, que as minhas filhas sejam apontadas e se sintam diferentes dos outros meninos. Elas já são as filhas dos pais que passam a vida a reclamar!


  4. O que é um bibe?
    É coisa para custar 16 euros?


    • Um bibe não passa de uma bata e, sim, é coisa para custar 16 euros e mais, se nos quiserem chular!

    • Maquiavel says:

      Entäo näo é, Dário! Compram à D.a Rosa das batas, ou noutro sítio qualquer por entre 7,50 e 10 euros e depois vendem a 16!
      Empreendedorismo! Bater punho! Aumento do PIB!


  5. Só mesmo com os outros pais, mas se forem tipo “lorpa” que paga sem questionar…no meu caso com 2 filhos houve uma educadora que ainda embirrou com a cor, havia a sala amarela e o bibe era azul, mas numa reunião de pais ficou tudo esclarecido podia ir até de roxo se fosse essa cor que tivesse em casa. São sempre precisos 4/6 pais tesos.
    Outro caso (grupo GPS) de um “piquenique” no interior da escola mas em que não se podia levar comida, tinha de ser comprada no estabelecimento ah ah ah, não fomos claro!

  6. Ricardo Ferreira Pinto says:

    Lá não chegaram a tanto. Há piquenique, sim, mas cada um leva de casa. Ainda não se lembraram dessa certamente.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.