Entretanto no Brasil

Há povo, há esquerda, há luta de classes versão combates de rua. E quem vai à guerra dá e leva.

Comments

  1. Hugo says:

    Tinha ideia que o Brasil era governado por um partido de esquerda (que até tinha Trabalhadores no nome) e portanto era uma versão terrena do paraíso celestial. Pelos vistos enganei-me.


    • Sim, claro, e o PS também é de esquerda. Ideias que dão muito jeito, compreendo.

      • Hugo says:

        Ou então o problema é da esquerda, que deixa de ser esquerda quando chega ao poder, porque esquerda que é esquerda é esquerda de combate, é esquerda de contestação, é esquerda de luta, camarada. Até porque se chegasse a ser governo, tinha de demonstrar que aquelas ideias muito bonitas e de esquerda que tinha vendido ao povo trabalhador e de esquerda, afinal não tinham ponta por onde se lhe pegasse, nem pela esquerda, nem pela direita, e o governo de esquerda tinha tomar as medidas impopulares que só os governos de direita tomam. Assim ao chegar ao poder a esquerda deixa de ser esquerda e mantém a aura de defensora dos coitadinhos e dos pobrezinhos, um autêntico Robin dos Bosques dos tempos modernos, e continua a luta pelos valores de esquerda tal como o burro continua atrás da cenoura que o dono em cima do seu lombo lhe acena à sua frente. “Ah que cenoura tão bonita e brilhante! Caminhemos e lutemos, pode ser que um dia a consigamos apanhar e saborear, camaradas!”.


        • E se falássemos da direita, que é o que temos no poder, com resultados óbvios à vista.
          Ou acha que aqueles manifestantes, pedindo transportes públicos mais baratos, são de direita?

          • Hugo says:

            Ou então podemos não desconversar e continuar a discutir este post e o facto de você nunca estar contente com nada. Se o partido do governo é de direita, é porque é de direita. Se é do centro, é porque é de direita. Se é de esquerda, é porque é de direita. Afinal, você quer o quê? Um governo de cima?


          • Um governo dos de baixo.


  2. O PT (que é inegável, está à esquerda do PS) não é suficientemente de esquerda?
    Qual exactamente é o modelo de sociedade que defende?


    • Não se está à esquerda, ou se é de esquerda ou finge-se, caso do PS e do PT.
      E eu não defendo modelos de sociedade, ainda não vi nenhum que me sirva de modelo.


      • “Não se está à esquerda, ou se é de esquerda ou finge-se”
        Isto não faz sentido, é possível estar à esquerda de… ou à direita de…
        Nem toda a gente que é efectivamente de esquerda concordará em tudo com o JJC.
        E efectivamente o PT está à esquerda do PS, independentemente do que se possa achar da governação deste.

        Reformulo a pergunta:
        Qual o modelo de sociedade, que mais se aproxima, do que defende?


        • Esta tem a sua graça: mas quem é você para vir à minha caixa de comentários perguntar seja o que for, que nem sequer tem que ver com o assunto tratado? Vá perguntar aos manifestantes.
          O PT não está à esquerda nem à direita do PS: os seus dirigentes foram de esquerda, mas isso até o Durão Barroso foi, a IS é a mesma, e igualmente com uma política de 3ª via.
          O PT tem um lado vagamente social-democrata, mas está afogado em corrupção, como também estiveram os seus antecessores.
          E sim, a esquerda tem a enorme vantagem de não ter um “modelo” de sociedade. Há vida para lá da URSS e da social-democracia. Está aí, nessas imagens, no Brasil e noutros continentes.


  3. A porrada, se for da polícia aos manifestantes, está mal. Se for dos manifestantes à polícia, que cumprem a sua obrigação — e uma delas é a da defesa do Estado de Direito — já está bem.

    Consonante. Com o dogmatismo clerical marxista, isto é.


    • ” quem vai à guerra dá e leva” está em que volume das Obras Completas. E eu a pensar tratar-se de simples senso comum.
      Mas se quer polícia a agredir estupidamente manifestantes, esteja à vontade, há muito por onde escolher:


      • Se aqui colocou o vídeo, não terá sido acidental. É porque acha bem (ou não acha mal, o que vai dar ao mesmo) a perseguição a polícias — pessoas, recordo — que apenas cumprem o seu dever. E num país que, afinal de contas, ainda é uma democracia e com um partido de esquerda eleito. Não enalteceu as causas ou os motivos dos manifestantes, tão somente a brutal investida de uns, noutros.

        Versão moderna de “Patria o muerte!”?


        • A mania que as pessoas têm de adivinhar o pensamento dos outros. Escolhi este vídeo porque situações destas só ocorrem quando os manifestantes são mais que muitos. E quero lá saber da “democracia” brasileira, que faz do partido no poder refém de partidos religiosos (que uma constituição civilizada como a nossa muito simplesmente proibiria) e mantêm uma polícia que funciona como uma organização terrorista.
          E veja lá bem qual o contexto do “Patria o muerte!”. Se calhar o Brasil não será propriamente um casino a sul da Florida, nem a Dilma uma Fulgêncio Batista.


          • Pois, normalmente estes vídeos têm uma 2.ª parte, em que a policia se vinga dos ataques sofridos.
            Violência gera violência. E isto vai para além da violência, é cobardia.


          • e pelo que li a culpa é mais do Lula que da Dilma.
            Ele deixou aquilo minado. Brilhou graças ao FHC, fez o necessário para brilhar, empurrando para frente a fatura dos custos.
            Quando chega a altura de pagar o povão, como de costume, culpa quem paga, e não quem fez a despesa.

  4. Luís Teixeira Neves says:

    Isto é racismo. Bateram no polícia preto.

  5. nascimento says:

    Os tinhosos que aqui rabiscam nunca foram identificados pela polícia militar brasileira pois não?aquilo são pior que cães….e já agora já foram a algum hospital público?e disseRAM que não tinham seguro de saúde?vão badamerda….tá?

  6. nascimento says:

    Ó Marinho deves pensar que a polícia brasileira é o quê?só um totó como tu…ou estúpido facho.


  7. Os brasileiros , como os turcos e os tunisinos ,
    tiveram a coragem de fazer o que os portugueses
    não tiveram coragem .
    Isto não é um problema de esquerda ou de direita
    é um problema de Justo ou injusto , de CORRUPÇÃO ,
    que infelizmente está implantada na Esquerda e na
    Direita ou em qualquer Partido que , infelizmente ,
    mina todos os Sistemas Sociais em qualquer parte do
    mundo .
    É PRECISO UMA REVOLUÇÃO MUNDIAL
    para acabar com todos corruptos na política e fora
    da política , como , por exemplo nos Bancos em
    que banqueiros e funcionários bancários são extre-
    mamente corruptos . Está tudo , infelizmente mina-
    do , altamente conspurcado .
    Conceitos de esquerda ou direita já não pegam .
    É tudo uma questão de seriedade .

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.