José Eduardo dos Santos que meta a parceria estratégica onde melhor lhe convier

Era o que faltava que Portugal continuasse a baixar as calças a um regime corrupto e a um dos maiores cleptocratas do mundo.
O anedótico ministro Machete já ultrapassara todos os limites ao misturar, de forma abjecta, o poder político com o poder judicial. Só faltava vir Passos Coelho, no Sábado, quase a pedir desculpa a Angola e a comprometer-se a fazer tudo para que José Eduardo dos Santos reveja o fim da parceria estratégica.
Por mim, o cleptocrata-mor pode meter essa parceria onde melhor lhe convier.

Comments

  1. deixei aqui um comentário… que não apareceu. Demora muito???

  2. E já agora esgotar o Barca D’Alva… e com gelo.!!!Claro que,segundo dizem ,é liquido muito apreciado , (bem fresco), lá por aquelas terras.

  3. Não concordo com este artigo.
    Angola tem razão.
    Então e a Cleptocracia de Portugal não é tanto ou maior que a de Angola?!
    Então se a “justiça” portuguesa não é independente e não vai julgar toda a porcaria que nos tem governado, vai agora meter o nariz noutro país?!
    Um país como o nosso quer atirar pedras ao seu irmão e não quer ver os seus pecados?!
    E se o governo/justiça angolana fosse investigar os nossos governantes e políticos?!
    Claro que os nossos políticos/governantes vão baixar as calças; primeiro porque a isso estão habituados entre eles e, em segundo, não vá o governo angolano instruir a sua justiça para fazer aquilo que a nossa justiça quer fazer!

  4. Este deve ser um post de quem não precisa de ter responsabilidade politica para ganhar a vida.Ignorancia triste.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.