Limpo mais limpo não há

Anunciada a “saída limpa”, espécie de Nirvana para nabos, os nossos “amigos” falaram. Não tardou que o vice-presidente da UE, qual sargento falando às mulas na parada, viesse, de sobrolho levantado, bradar ordens e instruções sobre o que o governo português tinha de fazer. O despenteado mental do eurogrupo já veio prometer-nos as penas dos infernos se não nos portarmos como eles acham que “deve ser”. O FMI exige um mini-memorando (que coisa tão querida, ’tá ver tia) com as nossas obrigações detalhadas e a garantia de controlo das nossas contas públicas nas próximas décadas.

“Estamos livres”, “é 1640”, “Portugal recuperou a independência”, dizem os governamentais papagaios. Pois é. É uma maçada. Os nossos governantes sopram sobre nós esta brisa libertadora e vem a realidade e atira merda para a ventoinha.

Comments

  1. Ferdinand says:

    Não há saída limpa;
    Não há saída +- limpa;
    Não há saída +- suja;
    Não há saída suja.

    Isto porque não há qualquer saída!

    O que há é a farsa da “austeridade” que não mais é que uma forma de garantir (até quando possível) o casino global onde os abutres sociopatas da finança se refestelam!

    • Alexandre Carvalho da Silveira says:

      Profundo, muito profundo. Mas não percebo a irritação dos frequentadores deste blog. Vivem todos ou quase todos amesentados no OGE. Vão ser os primeiros a recuperar o poder de compra perdido com a troika, à custa dos da privada como é costume; afinal queixam-se de quê? deviam estar todos contentinhos da silva. São uns ingratos…

      • Ferdinand says:

        O (humilde) rendimento que aufiro resulta da minha produção num sector privado. Estou no mercado de design gráfico e estou em directa competição com milhares de outros designers de todo o mundo, portanto, não estou nada perto de ser dos mais beneficiados do Estado, muito mais perto de ser dos mais beneficiados do Estado está o seu querido líder parasita e monte de merda Passos Coelho!

      • Nightwish says:

        Recuperar o poder de compra? Vai haver aumentos? Vão ganhar perto do privado?

      • José Peralta says:

        “Os frequentadores deste blog vivem todos ou quase todos amesentados no OGE.”

        Este coirão, pobre diabo “cinzento e triste”, tem uma bola de cristal, onde adivinha estas… “estatísticas”…

        Logo, o que acontece ? Tem o mesmo problema do coelho, o seu “legítimo patrão”…

        Só faz merda !

  2. edgar says:

    Esta “saída limpa” vem comprovar que a crise da dívida – que o próprio Cavaco Silva classificava antes como insustentável – não passou de pretexto para impor um programa ideológico de cortes nas pensões e nos salários, destruição das funções sociais do Estado, liberalização dos despedimentos, redução de direitos do trabalho, privatizações ao desbarato, aumento das desigualdades etc.
    Entretanto, a tal dívida já está em 130% do PIB mas tornou-se milagrosamente sustentável e pouco importante.
    Verdadeiro milagre, no meio desta escandalosa austeridade, é as empresas do PSI20 prepararem-se para distribuir cerca de 1.700 milhões de euros em dividendos, segundo notícias de hoje..

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.