Observando a extrema-direita

Battle_of_britain_air_observer A vida não corria lá muito bem no Blasfémias: por um lado deixou de ser o blogue de política em Portugal com maior audiência, por outro a credibilidade, se algum dia a houve, descamba quando um Cunha emerge. Vai daí, reaparece agora com um novo template (excelente e de fabrico nacional), alguns reforços (do revisionista Rui Ramos ao André Azevedo Alves que é mesmo liberal) e a designação de jornal online. O antigo editor da Voz do Povo, José Manuel Fernandes o homem das inventonas, anda ali como peixe na água, só falta mesmo o Espada para o Observador estar completo.

Como recordou o Rui Bebiano no Facebook “retoma o título de um semanário, crítico do marcelismo à sua direita, publicado naqueles anos em que o regime da velha senhora disparava os derradeiros tiros de mosquete” e apresenta-se, acrescento, com uma boa dose de humor: sem “qualquer programa político” mas assumindo “os princípios fundadores da Civilização Ocidental, derivados da antiguidade greco-romana do Cristianismo (sic) e do Iluminismo.”  Perante isto Rousseau deu um salto, Montesquieu pulou e Voltaire deve ter soltado uma brutal gargalhada. [Read more…]

O cartaz publicitário “Segunda Circular”

viaduto galp

Quando pensávamos que os distúrbios na segunda circular de Lisboa por razões publicitárias tinham terminado, eis que o interesse das marcas se sobrepõe ao usufruto do bem público. [Read more…]

Onde pára a polícia?

Estado paga à RFM para fazer publicidade à RFM. Um maravilhoso pôr-do-sol.

Vírus na campanha

auschwitz-concentration
O Paulo Rangel, em vez de ficar muito abespinhado com a referência feita por Manuel Alegre, devia ir estudar, já que as palavras do seu discurso que motivaram este confronto podem, de facto, ser lidas como uma séria provocação. Nas habilidades retóricas não cabe tudo. A ignorância em História ostentada por incontinentes verbais como Paulo Rangel leva-os a este tipo de situação.

Isto não é novo. Não esqueçamos a proclamação, há tempos, de Paulo Portas, segundo a qual “o trabalho liberta”, palavras, como se sabe, inscritas no portão de Auschwitz. É inteiramente legitimo, da parte de quem ouve, duvidar da inocência deste tipo de afirmações, sobretudo vindas de quem quer convencer o auditório de que é muito culto e inteligente, como acontece com estas duas personagens. Quem semeia palavras ao vento, arrisca-se a colher a tempestade das respostas.

Cubo mágico

Quando eu tinha cinco anos, o meu tio semi-gangster apareceu lá em casa. Eu não o conhecia e não lhe fiz grande caso, até porque cinco anos já é um bocado tarde para conhecer um tio. Despedi-me dele com o beijo contrariado de boas-noites que me obrigaram a dar-lhe, e deixei-o na sala com um último olhar ressentido porque ele ficou a jogar com o meu cubo mágico.

Quando despertei na manhã seguinte, já ele se tinha ido embora por cinco anos mais, deparei-me com o cubo em cima da mesa, as faces todas alinhadas, perfeito como só tinha estado na loja. Eu nunca tinha conseguido, claro, e ergui de imediato o meu tio ao altar infantil dos heróis titânicos. [Read more…]

Junker

junker

Projectos falhados de Josés Sócrates

Jose Socrates.

No comício de Sexta-feira em Aveiro, Nuno Melo atacou os socialistas pela chamada de José Sócrates para acções de campanha do partido do qual faz parte. Diz o homem cujo partido é liderado pelo “irrevogável” Portas dos submarinos. No mesmo comício, Paulo Rangel repete as críticas, esquecendo-se porventura que o governo que apoia é liderado pelo Passos da Tecnoforma que tinha como consultor o Dias Loureiro do BPN e como braço direito o Relvas das “turbolicenciaturas” e de mil outros esquemas corruptos e obscuros.

[Read more…]

Ciganices

Filomena Mónica e Paulo Bento: a mesma luta.

Exames de Português

Hoje vi, ali no centro do terreno, o que este jogo faz aos putos. Mais uma vez, detestei.

Mas, aqui ficam as provas de português (formato pdf) que os meninos do ensino básico fizeram:

– 4º ano: caderno 1 | caderno 2 | critérios de classificação .

– 6º ano: prova | critérios de classificação.

Quarta-feira há mais.

Prioridades, prioridades

benfica paços concelho

Hoje, António Costa abriu as portas dos Paços do Concelho para a bola. Nas comemorações do último 5 de Outubro enquanto feriado, foi à porta fechada, com controlo de acessos e num sítio recatado.