Comprova-se, a saída é limpa…

saida-limpa … como se pode ver pelo resto de papel da limpeza numa das personagens. Foto: Expresso

Descubra as diferenças

O mesmo discurso repleto de promessas que ficam por cumprir. Se acrescentarmos mais alguns que os antecederam, diria que Portugal ainda não foi governado este século, andou sempre à deriva. Já os políticos e sua clientela não podem dizer o mesmo, pois têm-se governado e muito bem…

2

 

Dia da Mãe

Almada Negreiros, maternidade, 1935

(Almada Negreiros, Maternidade, 1935)

Carregam na barriga, mas é no coração que os ou nos guardam.

São chatas. Impõem regras. Obrigam a fazer, mas fazem também.

Lavam, limpam, varrem. Os lixos e o que nos vai na alma.

Correm para a frente para dar o exemplo, e levam os filhos atrás.

Contam histórias dos livros, outras constroem-nas, por analogia, para o que é amargo de dizer. 

Controlam, mas fingem nada saber quando, em torrente, os filhos despejam o que os atormentam.

Ser mãe é ter a profissão mais completa e complexa que existe.

E as nossas são sempre as melhores.

O que seriam os nossos mundos sem elas?

O que seriam os mundos dos nossos filhos sem nós?

Um feliz dia a todas as mães e a todos os filhos que sabem sê-lo.

«Manda quem pode,

obedece quem deve.»

Amor de fisco

O fisco está apaixonado por mim. Escreve-me cartas de amor com intermináveis lengalengas, das quais se destaca a adorável secção “Aviso de Confidencialidade”, em bilingue, a qual só por si, tem 2289 caracteres. Por acaso, atendendo a quem são os senhorios do país, surpreende-me que não tenha também uma secção em alemão e outra em chinês mas, lá está, o amor lima as imperfeições. [Read more…]

%d bloggers like this: